10 dicas de um best-seller para compartilhar seu trabalho na internet
10 dicas de um best-seller para compartilhar seu trabalho na internet

10 dicas de um best-seller para compartilhar seu trabalho na internet

publicidade Austin Kleon, escritor e artista, ficou mundialmente famoso por conta do livro “Roube como um artista”, mas esse não foi o único livro de valor que ele criou. Seguindo a mesma linha de pouco texto e dicas práticas, ele compartilhou em “Mostre seu trabalho” um pequeno roteiro de como ser encontrado pelas pessoas certas […]

publicidade

Austin Kleon, escritor e artista, ficou mundialmente famoso por conta do livro “Roube como um artista”, mas esse não foi o único livro de valor que ele criou. Seguindo a mesma linha de pouco texto e dicas práticas, ele compartilhou em “Mostre seu trabalho” um pequeno roteiro de como ser encontrado pelas pessoas certas e na hora certa.

Tudo se resume, segundo ele, a você ser encontrável. Isso significa que, mais que passar anos projetando um trabalho robusto e complicado, você deve tornar acessível o seu próprio processo de trabalhar, fazendo disso uma espécie de escada para que você construa a sua reputação no mercado.

Então, quando alguém da sua comunidade precisar de algo que você saiba fazer, bingo!, essa pessoa o encontrará, sem que você precise convencê-la a comprar nenhum produto.

publicidade

Ansioso para saber como funciona o roteiro de Kleon? Confira o passo a passo abaixo!

1- Esqueça a pretensão de ser um gênio

Muitas pessoas acreditam que só devem compartilhar o que sabem se tiverem um talento fora do comum ou uma experiência imbatível, o que é um erro.

Todos nós trilhamos uma estrada mais ou menos acidentada e o que importa é encontrarmos pessoas que pensam como nós ou que admiram a forma como caminhamos. Nada além disso.

publicidade

2- O que importa é o processo

Esqueça a obsessão de criar um produto e coloque o foco em como você trabalha para encontrar esse produto. Tire fotos dos seus rascunhos. Filme os seus bastidores. Mostre como você pensa e de que maneira pretende fazer acontecer.

Até os erros são valiosos nessa parte. Lembre-se de que só nunca fracassa quem nunca começou.

3- De grão em grão…

Você vai precisar começar do zero, mas, se fizer um pouco a cada dia, em pouco tempo já terá uma quantidade considerável de conteúdo. Se você só tem alguns minutos disponíveis no seu dia para compartilhar com as pessoas, faça isso.

Tenha um blog, uma rede social, mas tenha também o seu site. Assim, se uma rede social deixar de existir, o seu conteúdo estará a salvo e sempre saberão como encontrá-lo.

publicidade

4- Seja curioso e deixe os outros curiosos

Mostre a pessoa por trás do produto. Deixe o ego para trás e indique o que o deixa empolgado – seus livros, seus objetos comprados em viagens ou recebidos como presentes, conte suas experiências.

Permita que as pessoas saibam do que você gosta e se identifiquem com o que você é. Nem todo mundo gostará de tudo o que você mostrar, mas todos saberão o quanto você é humano.

5- Aprenda a contar histórias

Qualquer coisa pode se transformar em uma história. Histórias prendem a atenção desde tempos imemoriais – basta prestar atenção nos mitos de Homero ou nos contos de fadas popularizados por Hans Christian Andersen ou os Irmãos Grimm.

Toda boa história tem início, meio e fim, assim como um herói que é chamado para o combate em busca de sua missão de vida. Nessa busca, ele se depara com incríveis monstros gigantes – ou, pelo menos, com um cliente apaixonado ou um chefe briguento. Transforme seus projetos em histórias nas quais você vence no final, mas não invente nunca.

6- Alguém quer aprender com você

Se você mantiver todo o seu trabalho em segredo, ninguém vai encontrá-lo. Para persistir no mercado e na memória das pessoas, você precisará dividir um pouco do que sabe.

Isso não quer dizer que você estará criando concorrência, porque, se você é um expert, demorará um certo tempo até que consigam atingir o mesmo nível que você.

Dê aos outros informações importantes para que comecem a praticar o ofício que você pratica. Isso o ajudará não somente a espalhar a sua palavra, mas a manter o seu nome vivo.

7- Identifique boas oportunidades

Você não conseguirá estar em dois lugares ao mesmo tempo, por isso precisará priorizar. Não gaste tempo tentando agradar a todos, pois terminará não agradando ninguém.

Qual é o seu nicho? O que o interessa e quem se interessa por você? Seja bom no que você faz e converse sobre isso, os seguidores virão e você formará o seu time. Não perca seu precioso tempo procurando seguidores nos lugares errados.

8- Lide com críticas

Expor seu trabalho significa estar disponível para ser atacado e saber que conseguirá sobreviver a isso. Algumas vezes, o seu trabalho será ótimo e atrairá elogios, outras vezes é provável que ele seja péssimo e atraia ovos e tomates.

Não há como fugir disso quando se tenta ser criativo. Respire e medite. Aprenda a se esquivar. Ignore as agressões. Tenha uma boa rede de relacionamentos para apoiá-lo e lembre-se diariamente de que críticas nunca mataram ninguém.

9- Seja seu próprio produto

Se você investe dinheiro em algo que esteja produzindo, seja uma música, um book de fotografias ou um site na internet e pessoas têm acesso a isso, “passe o chapéu”. Insira um botão de Paypal com uma mensagem simpática, do tipo “Pague-me um café”, enquanto compartilha seu processo criativo.

Não é preciso que as pessoas comprem algo seu para que deem retorno sobre o que você cria. É claro que você pode optar por receber dinheiro apenas quando vender um trabalho.

Porém, não alimente o mito de que o artista deve se virar para lidar com a própria fome porque a arte é sofrimento. Faça as pessoas entenderem que, ao apoiar você, seu trabalho poderá continuar.

10- Crie uma comunidade

Tenha um site e colete e-mails. Empresas são erguidas com listas de e-mails de clientes potenciais. Trate esses clientes com respeito, assim como seus admiradores que inicialmente não terão nada para investir em você a não ser tempo e atenção.

Multiplique seus interesses e compartilhe isso com o seu público. Aprenda coisas novas. Aceite trabalhos diferentes. Muitos dirão que você se “vendeu”, mas o importante é que você faça o que gostaria de estar fazendo. Exalte as pessoas que o ajudam a trilhar esse caminho e não pare de trilhá-lo, pois isso seria interromper a sua história.

“No nosso negócio, você não desiste”, diz a comediante Joan Rivers. “Você está segurando a escada. Quando eles cortarem suas mãos, segure com seu cotovelo. Quando cortarem seus braços, segure com os dentes. Você não desiste porque não sabe de onde vem o próximo trabalho.