15 dicas para conseguir estudar melhor e ser um bom aluno

15 dicas para conseguir estudar melhor e ser um bom aluno

Veja como você pode melhorar sua forma de estudar, seguindo algumas dicas de especialistas!

publicidade

Sentar para estudar é uma das muitas atividades em que ter foco é tudo, a eficiência de estar em plena concentração é essencial para uma boa qualidade no aprendizado de um determinado assunto.

Isso é importante, pois a capacidade das pessoas de relembrar do conteúdo estudo tem um limite, por isso é crucial o estudante usar as ferramentas certas e saber como reter todas as informações necessárias.

Todo esse segredo para aprender um assunto e passar em uma prova depende sim do jeito como você estuda, por isso a eficiência é a chave para não desacelerar o aprendizado.

publicidade

Pensando nisso, preparamos para você estudante, 15 dicas para turbinar seus estudos, assim melhorando todo o processo de aprendizagem e retenção do que estuda. Bons estudos!

1 – Assuma o papel de “professor” e desenvolva seu lado autodidata

Algumas pesquisas feitas por especialistas em educação comprovaram que as chances de um aluno recordar ao aprender uma nova informação é ter a experiência de ensinar para outra pessoa o assunto.

Além disso, a pesquisa sugere que esses estudantes se engajem mais em buscar métodos de recordação e organização como se fossem professores.

estudar-melhor

publicidade

Como assim? Tenho que ser meu próprio professor? Calma, que vou explicar melhor!

Ser autodidata é aprender alguma coisa sem necessitar de um professor para fazer você entender o assunto, claro que haverá uma momento que você não vai entender um assunto complexo, é nessa hora que deve procurar um tutor.

Um aluno autodidata tem mais liberdade de tentar aprender alguma coisa sozinho, assim sendo seu próprio professor. Mas lembre, nem todos conseguem.

Por isso, uma outra forma de aplicar o que aprendeu é ensinar para outra pessoa. O ato de passar o assunto para outro aluno fará com que você aprenda junto com ele, fazendo assim seu cérebro ativo na hora de estudar.

Então, se tiver a oportunidade de ensinar o que aprendeu a um colega ou até um “colega imaginário”, ensine. O importante é ter a experiência de “ser um professor”, para ter um estudo ativo. 

2 – Se puder, mude o cenário.

Mesmo que pareça óbvio para alguns estudantes, para outros nem tanto, por isso, mudar o ambiente de estudo pode ajudar na habilidade de aprendizado.

publicidade

estudar-melhor

Uma pesquisa feita por uma psicóloga da UCLA, comprou que trocar o local de estudo pode aumentar os níveis de retenção de informação e no foco.

Por isso, se puder, troque o local que você costuma estudar, mas cuidado, o outro lugar tem que ser adequado para estudo. Não pense que alterna o local de estudo é ir deitar na cama para ler. 

3 – Tenha uma variedade de conteúdo por dia

Cientistas comprovaram que a melhor forma de estudar e ter vários temas por dia, em vez de concentrar-se apenas em uma matéria. 

Para que o cérebro assimile melhor os assuntos, é recomendado unir as matérias de forma ordenada para uma melhor assimilação no cérebro. 

Por exemplo, em vez de apenas estudar português o dia inteiro, misture com matemática. Se estiver estudando Geografia, tente incluir outra disciplina que envolva cálculos. 

Assim seu cérebro não ficará cansado de só ler ou de só fazer cálculo. Faça esse revezamento e sinta o seu estudo fluir melhor.

estudar-melhor

4 – Use Flashcards para fortalecer sua memória de longo prazo

Esse sistema é conhecido também como “Cartões de memorização”. Ele serve para estudantes que querem aprender o conteúdo utilizando a repetição.

Na prática acontece o seguinte, com um pedaço de papel, você escreve uma pergunta na frente desse papel e a resposta atrás. Pronto, assim você ler a pergunta e tenta responder, acertando ou errando, é só conferir a resposta atrás.

5 – Na hora de estudar, pense sobre o pensar

Também chamado de metacognição, essa técnica de aprendizagem é defendida ainda por muitos especialistas.

Aplicando no estudo, o aluno precisa avaliar constantemente seu nível de progresso, acompanhar se o desempenho na retenção das matérias está sendo eficaz.

Por isso, para ser um estudante melhor, você tem que monitorar seu bemestar e o emocional, para ter uma retenção mais consciente e feita no material dado pelo professor.

6 – Faça conexões entre as matérias aprendidas

Conhecida com aprendizagem contextual, o processo exige que o aluno personalize seus próprios métodos de estudo, fazendo ligações que relacionem as informações para começar a se encaixar e fazer sentido na hora de reter as matérias.

estudar-melhor

7 – Você pode estudar quando estiver cansado, mas descanse em seguida

Essa dica pode ser um pouco controversa, mas de acordo com a ciência, faz sentido. Vou explicar melhor.

Estudar mesmo cansado e de imediato ir dormir, pode realmente ajudar seu cérebro a reter mais informações. Aliás, existe um termo para isso: “sleep-learning”, que em português significa “aprendizado no sono”.

Isso acontece no processo de consolidação de memória durante o sono, fazendo então que a revisão antes de ir dormir ajude seu cérebro na memorização de informações.

8 – Não releia um capítulo inteiro, relembre

Esse método foi publicado em forma de artigo pela Universidade de Washington, aconselhando os estudantes irem contra o hábito de leitura e releitura. Vamos entender melhor.

Segundo os psicólogos da Universidade de Washington, ler e reler um conteúdo podem levar os alunos a pensarem que conhecem bem o assunto, mesmo quando não é verdade.

Em vez de fazer todo o processo de ler e reler várias vezes, os psicólogos sugerem que os estudantes utilizem “recordação ativa”, fechado o livro ou apostila e recitar tudo o que pode lembrar, assim fortalecendo a memorização a longo prazo.

estudar-melhor

9 – Combata a curva de esquecimento

Mantenha sua memória afiada em determinado assunto, estabeleça uma tabela de revisão das matérias estudadas para que a curva de esquecimento não caia.

Estabeleça revisões de uma assunto uma vez por semana, uma vez por mês, mas não deixe de revisar um determinado conteúdo, assim não deixará seu cérebro esquecer tudo que já aprendeu.

10 – Utiliza material impresso

Um professor da Universidade de Leicester, na Inglaterra, descobriu que estudantes que liam os materiais em telas tinham mais dificuldade de aprendizagem em comparação com os estudantes que utilizavam apenas livros impressos.

11 – Pratique o que aprendeu fazendo exercícios

Você só vai saber se aprendeu realmente um determinado assunto se tentar responder exercícios. Vai ser errando e acertando questões que perceberá se aquele assunto está claro em sua mente.

12 – Durma pelo menos oito horas por dia

É durante o sono que nosso cérebro organiza tudo que você fez no decorrer do dia, e nos estudos não é diferente. Você tendo um sono agradável tanto descansará seu cérebro como vai ajudar na memorização

13 – Estude com os amigos

Uma ótima forma de ter um estudo ativo é ensinando e debatendo o conteúdo com outros alunos. Por isso, na hora de estudar, chame os amigos, os colegas de classe para conversar sobre uma matéria que todos tenham dificuldades. 

estudar-melhor

14 – Faça resumos, mapas mentais ou fichas

É importante você ter um resumo pequeno de um determinado assunto estudado. Assim quando bater a dúvida, você terá um resumo rápido para consultar, eliminando assim a necessidade de estar folheando um livro de 400 páginas atrás de um tópico.

15 – Descubra qual método você se encaixa

Não adianta tentar seguir métodos de estudos de outras pessoas, se esse método não esteja bom para você. 

Descubra qual método você consegue aprender melhor um assunto, pode ser lendo, assistindo vídeo-aula ou os dois, mas saiba como você pode facilitar seu momento de estudo.

COMENTÁRIOS | Deixe sua opinião!

comments