6 vídeos que farão você se emocionar ao ver animais sendo libertados na natureza

O vídeo #6 é meu favorito.

publicidade

Estar longe de casa, do convívio dos amigos e daqueles que a gente ama é algo que muitos de nós jamais imaginou passar na vida.

Pior então é voltar pra casa depois de um longo tempo e ter que se adaptar a antigos hábitos ou ter que reaprender coisas que fazíamos com enorme facilidade.

Isso acontece frequentemente com animais que são tirados de seus habitats naturais, pelos mais diversos motivos, como capturas por caçadores, ferimentos graves ou abandono.

publicidade

Retornar para o lugar de onde vieram ou para o seu habitat torna-se uma experiência das mais incríveis.

Reunimos vídeos com seis diferentes animais “voltando pra casa”. Confira a reação deles.

É no mínimo emocionante!

Vídeo 1

É de fazer qualquer um chorar! Cem chipanzés vendo o céu pela primeira vez depois de passar anos sendo usados para os mais diversos testes de laboratório.

publicidade

https://youtu.be/CAm-RdLIOAc

Vídeo 2

A raposa, um dos animais mais espertos e astutos do reino animal, ficou no mínimo assustada ao retornar à vida selvagem depois de um longo tempo sendo tratada de um grave ferimento.

Vídeo 3

Engraçadinhos e simpáticos, mas não menos selvagens e perigosos, filhotes de ursos resolveram encarar o primeiro contato com a natureza como uma grande brincadeira. Parece uma grande corrida para ver quem chega primeiro no fundo da floresta.

publicidade

Vídeo 4

Sabe o Beagle? Aquele simpático cachorrinho que você provavelmente já viu sendo personagem de algum filme da sessão da tarde.Veja eles brincando livres pela primeira vez depois de serem resgatados de jaulas, onde viveram a vida toda.

Vídeo 5

Uma das cenas mais belas e comoventes entre um humano e um animal. Um chipanzé abraça sua querida protetora se despedindo dela antes voltar para a vida selvagem no Congo.

Vídeo 6

O Tigre-siberiano, um dos mais ferozes e temidos animais que existem, ao ser solto nas florestas do leste da Rússia se viu assustado e um pouco confuso, mas no final deu tudo certo.

Fonte: catracalivre.com.br.