Você sabia? A astrologia tem um jeito PECULIAR de analisar os eclipses!

Aprenda mais sobre esses fenômenos!

publicidade

Você já deve ter ouvido falar da grandiosidade dos eclipses, não é? Esses eventos astronômicos acontecem em decorrência dos movimentos da Terra, Sol e Lua. A depender da posição em que os astros estejam, são projetadas luzes e sombras que causam efeitos visuais quando observados da Terra.  

Isso permite o surgimento de dois tipos de eclipses: Solares e Lunares. Na astrologia cada um deles possui um significado e nesse artigo vamos compreender quais são eles.

eclipse

publicidade

Inicialmente, vamos descobrir como os diferentes eclipses se formam e só então poderemos entender sua conexão astrológica. 

ECLIPSE SOLAR 

Esse fenômeno só ocorre durante os períodos de Lua Nova. Ele se caracteriza pelo posicionamento da Lua entre o Sol e a Terra. Essa posição gera uma sombra que impede a passagem da luz emitida pelo astro rei.

Contudo, para que o eclipse aconteça, é preciso que a Lua atravesse o plano orbital terrestre, também conhecido como linha dos nodos. Isso ocorre porque a orbita lunar possui uma angulação divergente em relação a Terra. Imagine que se essa rotação não existisse, haveria um eclipse solar por mês! 

Anualmente, podem ocorrer até cinco fenômenos como esse. Ao longo da sua vigência, ele tem duas diferentes áreas projetadas na superfície terrestre. São elas a Umbra, que mostra o eclipse em sua totalidade e a Penumbra, onde ele só acontece parcialmente. 

publicidade

eclipse

É por isso que os eclipses são observados de formas diferentes, dependendo do hemisfério em que está o observador. A forma como o evento astronômico se apresenta, também sofre interferência direta da distância entre a Lua, o Sol e a Terra. 

Se a Lua estiver perto da Terra e a mesma, estiver localizada longe do Sol, forma-se uma sombra inteira. Porém, quando o nosso principal satélite natural está longe da Terra, forma uma sombra incompleta. Isso faz com que existam alguns tipos de eclipse solar. Descubra quais são eles! 

  • Eclipse Total: A Lua oculta totalmente a luz emitida pelo Sol 
  • Eclipse Parcial: A Lua oculta apenas uma parte do Sol. 
  • Eclipse Anelar: Esse aqui é um dos efeitos visuais mais bonitos de toda natureza. A Lua não possui tamanho suficiente para sobrepor o sol completamente e isso forma um anel iluminado em volta do satélite. 
  • Eclipse Híbrido: Devido a inclinação orbital, esse eclipse pode ser observado de duas formas (total e anelar) dependendo da localização do observador. 

ECLIPSE LUNAR 

Esse fenômeno só ocorre durante os períodos de Lua Cheia. Ele se caracteriza pelo posicionamento da Terra entre a Lua e o Sol.

eclipse

publicidade

Assim como o solar, esse eclipse só acontece quando as orbitas lunares e terrestres coincidem. Não fosse essa inclinação, sempre que fosse Lua Cheia ocorreria um eclipse lunar. 

A Umbra e a Penumbra também existem nesse caso. Entenda suas diferentes representações.  

  • Eclipse Total: A sombra da Terra encobre a Lua totalmente. 
  • Eclipse Parcial: A sombra da Terra apenas uma parte da lua é encoberta pela sombra. 
  • Eclipse PenumbralA sombra da Terra encobre a Lua com uma fraca penumbra. 

PRINCIPAIS DIFERENÇAS ENTRE OS ECLIPSES DE ACORDO COM A ASTROLOGIA 

O eclipse lunar, ocorre porque a Lua sofre a influência da luz. Para a Astrologia, esse astro remete a segurança e esse aspecto acaba ficando vulnerável durante essa fase. 

Isso faz com que as pessoas fiquem na defensiva e tenham medo de se arriscar. Conhecer melhor esse momento pode ser um diferencial para driblar as inseguranças e garantir melhor interação social.

eclipse

Quando esse equilíbrio é encontrado, o eclipse faz as pessoas saírem de suas zonas de conforto e alcançarem metas mais altas. Algumas transformações também fazem parte desse processo e garantem evolução pessoal. 

Já o eclipse solar, se caracteriza pela face escurecida do Sol. Na astrologia, esse astro é conhecido por reger o futuro e as nossas decisões mais importantes. O fato de a Lua o sobrepor, pode simbolizar o retorno de alguns aspectos do passado. Quem sabe um velho amigo ou um antigo amor! 

POR QUANTO TEMPO UM ECLIPSE É CAPAZ DE NOS INFLUENCIAR? 

Os dias que antecedem e sucedem o eclipse possuem as mais fortes energias. No entanto, a Astrologia acredita que o fenômeno consiga interferir cerca de 6 meses antes ou depois de sua ocorrência. 

COMO SE PREPARAR PARA A CHEGADA DO ECLIPSE 

Esse evento costumar ser o estopim de situações desafiadoras. Ele pode anunciar períodos de crise, mas também de muita expansão. Tudo vai depender da forma como você lida com seus pensamentos e ações. 

Contudo, uma coisa é fato. Você precisa evitar qualquer tipo de comportamento precipitado se quiser encontrar equilíbrio.

eclipse

Se tem algum vício, enfrente-o e encontre uma saída para se libertar. Se está tendo conflitos com o seu vizinho, aposte no diálogo para alinhar as diferenças. Cada pequena atitude vai te ajudar nessa jornada. Um pouco de cautela impedirá que coisas pequenas tome proporções maiores. 

O campo financeiro também merece atenção. Se você não estiver no controle da situação ou não puder reverte-la imediatamente, é provável que as coisas se compliquem. 

Todo esse fluxo energético deixa as emoções a flor da pele. Por isso, o mais indicado é encontrar uma terapia que se adeque as suas necessidades. Ter mais clareza ao analisar atitudes, desejos e pensamentos vai garantir decisões melhores e mais equilibradas, capazes de mudar sua percepção. 

Apesar do aspecto positivo, tudo será mais delicado também! O seu inconsciente trabalhará freneticamente e isso pode gerar alguns conflitos internos. Algumas questões bastante intimas ressurgem, te obrigando a refletir e corrigir alguns aspectos. 

AS INCERTEZAS CAUSADAS PELO ECLIPSE 

O principal significado do eclipse é a incerteza. Tudo o que acontece nesse período tende a ser incerto e gera um tipo suspense. É comum que essas sensações sejam observadas cerca de três semanas antes ou depois do fenômeno. 

O seu inconsciente é o primeiro a sentir esses impactos. A junção entre Sol e Lua torna os eclipses poderosos. Isso acontece porque ambos possuem características únicas e essenciais para a Astrologia e quando unidos transformam completamente a atmosfera.

O eclipse também gera tensão inconsciente, até por que junta o Sol e a Lua, dois elementos essenciais na Astrologia. Devido a essa tensão, situações críticas e delicadas tendem a surgir. 

Por exemplo, se o seu relacionamento atravessa problemas, é provável que durante o eclipse as coisas piorem. Mas não se assuste, pois, um pouco de autocontrole ajuda a enfrentar os desafios. Contudo, a parte mais difícil é equilibrar a racionalidade imposta pelo Sol e as mudanças emocionais provocadas pela Lua