Adolescente cria aplicativo para surdos inspirado na irmã

Inspiração dentro de casa!

Adolescente cria aplicativo para surdos inspirado na irmã
Adolescente cria aplicativo para surdos inspirado na irmã

Inspirado pela deficiência da irmã, um garoto cria aplicativo gratuito capaz de fazer pessoas mudas se expressarem sem dificuldades.

O jovem Archer, de 16 anos, sempre foi apaixonado por sua irmã mais nova que tem uma doença genética rara chamada Síndrome de Bainbridge-Ropers. Parceiros desde criança, ele sempre foi um refúgio para a menina que era muda.

Embora tivesse uma ligação tão forte com a irmã ao ponto de compreender todos os seus desejos e vontades sem que houvesse uma expressão verbal, ele se incomodava com a dificuldade que a menina tinha para se comunicar com outras pessoas e sabia que isso a machucava. 

Te interessa?

Sempre foi um sonho meu poder me comunicar com ela como faria com qualquer outra pessoa”, disse ele.

Intrigado com a situação, o garoto começou a pesquisar na internet aplicativos que poderiam facilitar essa comunicação. O resultado foi frustrante. Todos os aplicativos tinham alguma falha e em sua maioria eram caríssimos.

Nasce uma nova ferramenta

Então o jovem, que sempre gostou de tecnologia, principalmente de programação, teve a ideia de criar um aplicativo para ajudar a irmã. Depois de algum tempo desenvolvendo, ele conseguiu.

“Foi diferente crescer com um irmão com quem você não podia conversar usando um aplicativo que criei para ela, acho que foi uma das primeiras vezes que consegui me comunicar com ela, como se fosse me comunicar com qualquer outra pessoa. Com alguém que pudesse falar. Então esse foi um momento especial para mim.” disse Archer.

O programa desenvolvido se chama Freespeech. A ferramenta é um Comunicação Alternativa e Aumentativa que funciona através de imagens que representam palavras. Pessoas com deficiência na comunicação podem apertar os botões que geram uma frase encadeada. 

O aplicativo foi aprovado pela usuária que foi inspiração para a sua criação: “Definitivamente, há uma mudança sempre que ela consegue usar a liberdade de expressão e consegue captar essas coisas que quer falar, coisas de que gosta, e consegue comunicar isso como qualquer outra pessoa faria, por meio do iPad” disse Archer.

E não foi só aprovado por ela. Quando compartilhado na internet, a aplicação fez muito sucesso. Diversas pessoas elogiaram a ideia no TikTok. Outros programadores conheceram o projeto e abraçaram a ideia junto ao idealizador, eles aperfeiçoaram o programa.

Hoje o aplicativo é público e gratuito para qualquer pessoa que queira usar. O propósito do criador não é o lucro, mas ajudar pessoas assim como sua irmã e propagar a inclusão.

No site encontramos a descrição de seu objetivo: “Nossa visão é criar uma alternativa gratuita para os caros aplicativos AAC que existem. Queremos criar um teclado universal estático para o não verbal, permitindo a experiência do usuário mais eficiente. Chaves personalizadas também estão incluídas, mas o aplicativo vem pré-carregado com um vocabulário extenso.”

Veja mais ›
Fechar