in

O que acontece quando você busca entender suas emoções ruins

Quando eu tinha 15 anos, minha mãe morreu em um acidente de carro.

Não sabendo como lidar com o tamanho da minha perda e da minha dor, eu me joguei em lições de casa e outras atividades, nunca perdia um dia de escola e tentava controlar tudo na minha vida.

Essa estratégia teve sucesso em alguns aspectos — consegui boas notas, por exemplo.

Mas o custo interno de afastar meu luto e minha tristeza apareceu de outras maneiras.

emoções ruins como lidar
Crédito: Luiz Clas | Pexels.

Fiquei ansiosa em torno de coisas que não conseguia controlar, como mudanças inesperadas de planos e ferimentos leves.

E à medida que envelhecia, comecei a nutrir preocupações irracionais — como o medo de expor meu bebê, ainda no útero, a gases tóxicos ao passar por um cheiro estranho.

Isso não foi até o nascimento do meu primeiro filho, com a ajuda de um terapeuta, pude lamentar completamente a perda da minha mãe e sentir todas as emoções que passei tantos anos tentando afastar.

Como eu escrevo em meu novo livro, Dançando na corda bamba, o desejo de evitar o que é desagradável (e buscar o que é agradável) é parte da natureza humana.

Adicionar APP Awebic

Mas evitar emoções desagradáveis -​​- em vez de aceitá-las — apenas aumenta nossa angústia psicológica, inflexibilidade, ansiedade e depressão, diminuindo nosso bem-estar.

A pesquisa sugere que quando olhamos para:

  • os nossos desejos, é menos provável que nos envolvamos em comportamentos de dependência;
  • a nossa dor física, é menos provável que fiquemos presos em ciclos de dor crônica;
  • a nossa tristeza, é menos provável que ficamos presos na depressão;
  • a nossa ansiedade, é menos provável que sejamos paralisados ​​por ela e possamos encontrá-la mais fácil de suportar. 

Aprender a abraçar as emoções ruins trouxe não apenas uma redução significativa em minha ansiedade, mas uma capacidade de experimentar as alegrias da vida mais plenamente e uma crescente confiança em minha capacidade de lidar com os desafios da vida.

Redação

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 maneiras de se tornar mais corajoso

Como alcançar o sono profundo em 10 passos