Ao se sentir sem amigos, idoso cria espaço para combater solidão e compartilhar alegrias do dia a dia

“A felicidade só é verdadeira quando compartilhada”

Ao se sentir sem amigos, idoso cria espaço para combater solidão e compartilhar alegrias do dia a dia
Ao se sentir sem amigos, idoso cria espaço para combater solidão e compartilhar alegrias do dia a dia
publicidade

Você que é adulto já percebeu que com o passar dos anos se torna cada vez mais difícil fazer amigos? Isso deve, no geral, ao fato de a partir de uma certa idade estarmos inseridos em poucos contextos sociais que geram a ideia de compartilhamento de ideias e objetivos em comum, algo muito comum durante a escola e período de faculdade.

Ao voltar da Austrália para a Inglaterra e sentir isso de uma maneira ainda mais intensa, Phillip Jackson, na época com 67 anos, resolveu criar um espaço para idosos que passam pela mesma situação pudessem encontrar outras pessoas, conversar e dar risada durante algumas horas do dia. E a ideia deu muito certo, afinal pessoas com uma idade mais avançada tendem a ter problemas com o isolamento social.

O projeto se expandiu de tal maneira que ganhou um nome próprio, o Men’s Shed (galpão dos homens em tradução literal). Atualmente, ele está por todo o mundo e inclui mais de 50.000 homens.

publicidade

Te interessa?

O objetivo central do Men’s Shed é criar grupos coletivos coletivo para homens com poucos amigos ou muito tempo livre. O conceito original era se reunir essas pessoas solitárias para fazer coisas ligadas à marcenaria, mas no fim tornou-se uma maneira muito mais social e afetiva do que atividades práticas.

Hoje, aos 78 anos, Philip não se sente mais sozinho é rodeado de amigos!
Créditos: Alicia Canter/The Guardian

Agora, os participantes se reúnem para tomar um café e falar sobre seus pequenos problemas do dia a dia, desde assuntos triviais, até algo mais sério e pessoal.

É como o galpão no fundo do seu jardim, mas todos os seus amigos estão lá. É uma pausa nas rotinas semanais das pessoas. Isso faz com que eles saiam e conversem com pessoas semelhantes”, explicou Phillip ao The Guardian.

publicidade

QUESTÃO DE SAÚDE MENTAL

Em 2005, havia cerca de 200 desses “galpões” pela Austrália. Hoje, a Australian Men’s Shed Association tem uma base de membros de mais de 1.200 galpões e se tornou uma importante parte das opções ambulatoriais de saúde mental da Austrália.

Membro de uma sede nos Estados Unidos, Mike Jenn, de 70 anos disse que socialmente ainda paira o famoso “orgulho masculino”, que muitas vezes isola os homens e os impede de se comunicar com outras pessoas. “E é uma completa falácia. Não comunicar ajuda a nos matar”, afirmou.

Atualmente, existem 17 galpões nos EUA e também estão surgindo no Canadá e aumentando em número no Reino Unido. “Não é bem uma marcenaria. É um empreendimento comunitário onde pessoas com problemas podem vir e discuti-los com amigos”, esclareceu Phillip.

publicidade

A faixa etária dos “Shedders”, como seu fundador os chama, tende a variar de 22 a 87. E não só homens são bem-vindos, mas mulheres também. Afinal, não importa a idade ou gênero, todo mundo pode se sentir solitário às vezes.

Que ideia simples, mas incrível a de Phillip, não é mesmo? E se você se sente sozinho e descolado socialmente, que tal começar a frequentar lugares diferentes? Por exemplo, se você gosta de dançar, participar de grupos de música e dança pode ser uma ótima maneira de conhecer pessoas que tenha gostos similares aos seus. É assim que amizades e vínculos sociais vão sendo criados!

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Fonte: Goodnews Network.

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar