Aos 17, ela sofreu dois acidentes na mesma semana que detonou seu corpo. Veja como ela está aos 22

Dois acidentes seguidos mudaram sua vida para sempre.

publicidade

Conheça Kellie Mencel, uma australiana que se envolveu num trágico acidente de carro. Mas isso foi só o começo.

A história é comovente, e contém imagens fortes.

Em 2009, com apenas 17 anos, Kellie Mencel sofreu um sério acidente.

awebic-kellie-mencel-1

publicidade

Ela caiu no sono enquanto dirigia e o carro capotou a cerca de 100 km/h

awebic-kellie-mencel-2

Quando Kellie acordou o carro estava girando, descontrolado. O carro capotou cinco vezes antes da jovem ficar inconsciente e presa no veículo de cabeça para baixo.

Assim que foi encontrada, Kellie foi levada diretamente para o hospital em estado grave.

Em entrevista ao BuzzFeed News, Kellie contou:

“Naquela época, eu pensei que isso era a pior coisa que poderia ter acontecido comigo. Eu tinha 17 anos, estava indo para o último ano da escola e então me vi com medo de dirigir e até mesmo entrar em carros”

A família sabia que a garota precisava de apoio e decidiu, após uma semana de alta do hospital, passar um tempo na cabana. Kellie precisava relaxar e esquecer o trágico acidente.

publicidade

Eles jamais poderiam imaginar que outro acidente estava para acontecer…

Recuperada e disposta a aproveitar o dia, Kellie decidiu fazer wakeboard… mas o barco não deu partida. De repente explodiu e pegou fogo.

awebic-kellie-mencel-3

À esquerda está a vista do rio Murray, em Blanchetown, no sul da Austrália, onde aconteceu o acidente. À direita está o registro do barco onde Kellie estava, fotografado por uma pessoa do local.

Kellie se recorda do momento da explosão:

“Eu lembro das chamas sobre meus olhos e tudo que eu podia fazer era fecha-los. Eu tentei pular fora do barco na água, mas escorreguei. Eu olhei para trás para ver meu pai e minhas pernas estavam em chamas. Quando eu pulei na água, entrei em choque. Meu pai ainda estava preso no barco. Eu só gritava e gritava.

Um barco nas proximidades veio e nos salvou, mas logo que eu saí da água a dor se tornou tão ruim que eu pensei que estava morrendo.”

A imprensa local logo chegou na cena, o que deixou as coisas ainda piores. “A última coisa que eu precisava era pessoas tentando tirar fotos do meu rosto queimado”, Kellie contou ao BuzzFeed News

awebic-kellie-mencel-4

Os primeiros momentos de recuperação não foram nada fáceis

“As pessoas me diziam que era um milagre eu estar viva, que eu era uma pessoa forte. Então eu tentei agir como uma pessoa forte, mas no fundo eu estava lidando com estresse pós-traumático, depressão e ansiedade. Precisei de um ano e pouco para me deixar ir, eu me permiti ficar triste e parei de ser uma ‘pessoa forte’ como todos achavam”

A recuperação física de Kellie foi um longo processo, incluindo anos de internação e tratamento ambulatorial

awebic-kellie-mencel-5

publicidade

“Eu tive que aprender a andar de novo. Eu não podia deixar a luz do sol tocar minha pele queimada. Então eu me cobria da cabeça aos pés com roupas e ainda usava um guarda-chuva. Eu enfrentava um monte de encaradas, especialmente pela minha pele rosa, a falta de cabelo e de sobrancelhas. Eu tinha que hidratar minha pele cinco vezes por dia dois anos após o acidente.”

Durante este período de recuperação, Kellie diz que duas coisas em particular ajudaram ela superar as dificuldades: família e exercícios físicos

awebic-kellie-mencel-6

“Viver um estilo de vida ativo e saudável me salvou. Minha família também desempenhou um papel enorme. Minha mãe sempre esteve ao meu lado. Ela é um anjo. Ela teve que me dar banho, me levar ao vaso sanitário, escovar meu cabelo — qualquer coisa que você pensar, ela fez por mim.”

O pai dela, que estava presente na hora do acidente, também ajudou bastante

Kellie conta que mesmo passando por tudo isso juntos, o pai dela não pensou nele nem por um instante. “Eu sempre serei grata pela ajuda deles”.

Quando Kellie voltou para escola, foi difícil acostumar com a rotina

awebic-kellie-mencel-7

“Eu não tinha sobrancelhas e minha pele ainda estava muito crua. Eu recebia olhares de pessoas que não sabiam o que tinha acontecido, porque eu usava ligaduras de compressão, luvas, chapéu e guarda-chuva.”

Kellie conta que as garotas do time adversário de basquete não queriam jogar contra ela por causa de sua aparência. “Elas faziam comentários horríveis”

Questionada sobre o que pensava quando olhava para as fotos no hospital, Kellie é pontual: “Eu percorri um longo e duro caminho!”

awebic-kellie-mencel-8

Hoje com 22 anos, ela estuda educação física e nutrição e trabalha como personal trainer

O Instagram de Kellie é recheado de mensagens inspiradoras sobre cuidados pessoais, fitness e positividade.

“Eu sobrevivi porque o fogo dentro de mim queimou mais forte que o fogo à minha volta”

Kellie leva a vida com pensamentos positivos. Para ela, essa experiência terrível foi essencial para encontrar sua paixão pela saúde e pelos exercícios físicos.

“Qualquer um que estiver passando por um momento difícil de recuperação deve se cercar de energia positiva e pessoas queridas”, sugere

Kellie acha que as pessoas deveriam aproveitar o máximo de suas vidas, porque, afinal, todos nós só estamos na Terra por um curto período.

“Eu aprendi a assumir riscos e tentar ser destemida em minha rotina, porque eu quero que minha vida tenha significado. Eu tento inspirar e motivar as pessoas a viverem uma vida saudável e ativa, porque isso me ajudou a superar toda experiência ruim que tive. Recuperação leva muito tempo, mental e fisicamente, mas as coisas melhoram com o tempo. Acredite em mim!”

Você pode seguir as publicações de Kellie no Instagram: @kelliemencel.

Gostou de conhecer a história de superação de Kellie? Compartilhe com seus amigos.