Aos 90 anos, caminhoneiro apaixonado pela profissão não pensa em largar a estrada

Brian é o caminhoneiro mais velho que se tem registro no mundo

Imagem: BBC
publicidade

O que você gostaria de estar fazendo aos 90 anos de idade? Relaxando e curtindo a aposentadoria tranquilamente? Bom, esse, definitivamente, não é o caso do caminhoneiro britânico Brian Wilson. Já são 70 anos trabalhando na boleia de um caminhão e ele não pensa em largar a profissão.

Ele aprendeu a dirigir aos 16, ensinado por um tio, e chegou a trabalhar para o exército carregando cargas na Alemanha, na década de 1950. Com tantas décadas de experiência, Brian diz que dirige sem precisar de um GPS indicando a rota pelas estradas do Reino Unido.

Brian acorda bem cedo para trabalhar e, às 5h15 da manhã, já está saindo de casa (imagem: BBC)
publicidade

Quando fica em dúvida, tira um atlas rodoviário em papel do porta-malas. “Eu não preciso de navegação por satélite ou mapa. Está tudo aqui [apontando para a cabeça]”, disse o britânico à BBC. Brian é o caminhoneiro mais velho que se tem registro no mundo, superando seu conterrâneo Jack Fisher, de 88 anos e quatro dias.

Te interessa?

No entanto, convidado a apresentar documentos e solicitar ao Guinness o reconhecimento oficial, Brian disse não se importar com essa marca, dizendo que apenas sai para trabalhar, sem pensar se é recordista ou não.

A rotina de trabalho, inclusive, começa bem cedinho. O caminhoneiro acorda por volta das 4h da madrugada e sai de casa às 5h15. “Fico inquieto quando não estou trabalhando. Com dois ou três dias sem trabalhar, sem fazer nada, eu já fico farto. Tenho que estar fazendo alguma coisa. Eu sempre quero voltar ao trabalho.”

Brian durante o serviço militar (imagem: arquivo pessoal)
publicidade

Negócio da família

No início da sua carreira, fazia entregas de combustíveis para a Esso, uma gigante do ramo. Brian foi trabalhar na empresa do seu pai na década de 1960 e, atualmente, comanda o negócio da família. A maioria das suas cargas são molas de aço.

Mas não pense que a estrada é a sua única companheira na vida. Quando tinha 15 anos, o caminhoneiro conheceu a sua atual esposa Mavis em uma feira em Attercliffe. Já são 67 anos de casamento, um número que representa a união que eles tiveram em todos esses anos juntos.

Com a saúde em dia, Brian vai continuar fazendo história como a pessoa mais velha do mundo a sair por aí com seu caminhão. É alguém que, com certeza, deve ter muitas histórias para contar depois de décadas e décadas na estrada.

publicidade

O curioso aqui é que ele faz isso não por uma questão econômica, por precisar de dinheiro para se sustentar. Mas, sim, por amor à profissão, por não se imaginar sendo feliz longe do seu caminhão e das entregas que faz diariamente.

Tudo de bom para o Brian e que a estrada da vida seja ainda mais longa e cheia de alegrias!

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Fonte: BBC

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar