Aposentado de 90 anos se matricula em arquitetura e urbanismo e se torna inspiração

Que inspirador!

Aposentado de 90 anos se matricula em arquitetura e urbanismo e se torna inspiração
Aposentado de 90 anos se matricula em arquitetura e urbanismo e se torna inspiração

Essa é uma daquelas histórias que deixa qualquer pessoa que está pensativa sobre os seus sonhos completamente determinada em seguimos, independente de quais forem as suas barreiras.

Em 20218, um senhorzinho de 90 cheio a se tornar o verdadeiro xodó de alguns alunos alunos de uma turma de Arquitetura e Urbanismo que acabaram conhecendo a sua história.

Carlos Augusto Manço, que é de Ribeirão Preto, São Paulo, decidiu estudar não para encontrar um novo emprego. Aposentado, ele simplesmente só não quer parar de estudar.

Te interessa?

Apaixonado por orquídeas,até pensou em fazer biologia. Mas quando era mais novo, aprendeu a desenhar para conseguir um novo emprego depois que saiu do exército, com 19 anos.

Aposentado de 90 anos se matricula em arquitetura e urbanismo e se torna inspiração

“Quando você fica muito velho, sem profissão, você dá um jeito. A que vem você pega. Como eu saí do Exército com 19 anos e não tinha uma profissão, eu consegui uma vaga no Daerp e aprendi a desenhar lá”, conta ele.

Por necessidade, acabou construindo um verdadeiro dom, coisa que faria uma grande diferença para quem decidiu cursar arquitetura, não é mesmo? Pensando que seria fácil, até brincou:

“Eu já vinha ensaiando, eu não sei explicar. Eu estava acomodado. ‘Por que eu vou esquentar a minha cabeça se não precisa?’ Agora, tomei coragem e fui. Vamos ver se aguento completar esses cinco anos. Eu achei que podia fazer, que ia saber fazer, eu achei que ia ser fácil, mas dancei.”

Aposentado de 90 anos se matricula em arquitetura e urbanismo e se torna inspiração

Sem demora, como chegamos a falar mais acima, esse senhorzinho acabou se tornando uma verdadeira inspiração para os alunos que faziam parte de sua turma. E agora, para nós que conhecemos sua determinação também!

Ser determinado é algo que faz toda a diferença

No começo, assim como qualquer outra coisa, pode até ser que não tinha sido fácil. Se recordando como foram os primeiros dias de aula com os alunos bem mais novos que ele, Manço relembra:

“Eu sou bem atendido por aquela turma. Aqueles meninos me tratam bem também, molecada boa. Eu fiquei meio esquisito no meio da turma, porque você vê tudo meninos com cerca de 20 anos. Todos queriam conversar comigo, cumprimentavam.”

Aposentado de 90 anos se matricula em arquitetura e urbanismo e se torna inspiração

E como não poderia ser diferente, as coisas começaram a se encaixar e tudo começou a ficar mais fácil. Para ele, é preciso estudar para manter o cérebro sempre ativo e não parar. Como uma máquina!

 

“Agora o negócio está indo bem, estou mais relaxado. As matérias que eles estão aprendendo eu já sei. Eu consigo me adiantar um pouco mais”,  se recorda ele.

Reconhecendo que tem muitas dificuldades com algumas matérias, o mais lindo de tudo, é que ele pensa em jamais ocupar o lugar de um jovem que precisa de emprego. E sim, esse momento é apenas para sua própria realização!

Fonte: G1

Veja mais ›
Fechar