Seja transformado: 13 atitudes que só um bom pai sabe como tomar
Seja transformado: 13 atitudes que só um bom pai sabe como tomar

Seja transformado: 13 atitudes que só um bom pai sabe como tomar

Vamos crescer juntos?

publicidade

O pai é realmente tão importante para a educação de um filho?

Você pode estar se perguntando…

Faz realmente diferença para uma criança ter esse modelo masculino consistente em sua vida?

publicidade

Muito se diz sobre a mãe, e o papel do pai fica em segundo plano quase todas as vezes.

Sim, o pai tem muita responsabilidade

A mente de seu filho é uma tela em branco.

Como pai, você vai pintar nessa tela e será sua responsabilidade monitorar quem ou o que tem permissão para pintar nessa tela.

Você será encarregado de moldar e moldar a mente de seus filhos.

publicidade

As crianças querem ordem e estrutura, mas criam desordem e caos.

É preciso esforço para educar seus filhos.

Como pai, você precisa amar sua família com todo o seu coração.

Atitudes essenciais de um bom pai

1. Agir com respeito em relação à mãe da criança.

Não importa o quanto você ame seu filho, se você não respeita a mãe dele.

publicidade

Quando seu casamento é bom e nutrido, seus filhos e sua família provavelmente receberão cuidados. Isso, claro, se você for casado com a mãe do seu filho.

Ainda que não estejam juntos, seu foco deve estar na mãe dele e em cultivar esse relacionamento.

Se você tem um filho, ao fazer isso, vai ensiná-lo como deve tratar as outras mulheres de sua vida.

Se você tem uma filha, estará modelando as expectativas dela de como deve ser tratada pelos homens com quem namora e pelo homem com quem vai se casar.

2. Cumprir as responsabilidades de pai.

Ser provedor não é a única função de um pai.

No entanto, é um papel importante e parte do que ainda usamos para definir os pais.

Seus filhos vão precisar de comida, água e abrigo.

Um bom pai precisa ajudar a contribuir com a casa e garantir que sua família tenha o necessário.

3. Fornecer um bom exemplo.

Pense na sua infância e no que você percebeu quando era criança.

Bons pais sabem que devem disciplinar seus filhos.

Eles também sabem que é importante que sua disciplina venha de um lugar de amor.

Você precisa ser consistente em sua disciplina e seu exemplo.

Seu filho copiará todas as suas ações, boas e más. Lembre-se disso.

4. Foco em criar um adulto consciente e de bom caráter.

Como pai, seu foco não deve ser criar bons filhos, mas sim criar bons adultos que sejam membros produtivos da sociedade.

Ao mesmo tempo, você precisa encontrar um equilíbrio entre isso e deixá-los ser crianças.

Considere que eles devem conseguir suportar o peso do mundo, porque você os treinou bem o suficiente para lidar com isso.

Outra questão crucial é incutir moral e uma forte ética de trabalho em seus filhos.

5. Ter paciência sempre.

Alguns dias você ficará sobrecarregado.

Encontre maneiras de lidar com isso. Pode ser falar com seu cônjuge ou procurar a ajuda de um terapeuta.

Paciência é definida como a capacidade de tolerar problemas, aborrecimentos ou sofrimento sem ficar com raiva.

Seus filhos estarão observando e aprendendo como o papai lida com as situações quando fica com raiva.

6. Apoiar seus filhos.

Quando seus filhos são pequenos, você está construindo os alicerces de que eles precisarão no futuro.

À medida que envelhecem, seu apoio pode levá-los a se destacar em seus empreendimentos.

Apoiar seus filhos significa, às vezes, apenas amá-los como eles são.

7. Ser confiável.

Se você disser a seus filhos que estará presente no jogo de futebol (ou seja lá o que for), você precisa estar presente.

Se você adquirir o hábito de quebrar sua palavra, eles logo aprenderão que não podem depender do papai.

Os filhos acreditam que o pai sempre tem razão, que nunca vai mentir para eles ou traí-los, e também que nunca vai deixá-los em apuros.

Essa é a confiança que um bom pai constrói na criança.

8. Estar presente.

Seu papel paterno não é apenas trabalhar e sustentar a família.

Para seus filhos, ser provedor não será a função mais importante para eles.

O que será, é a sua capacidade de estar presente na vida deles.

Tanto no nível físico, mas no nível emocional e mental.

9. Antecipar problemas.

Você vai desejar resolver os problemas antes que eles se tornem problemas.

Um bom pai é proativo em vez de reativo.

Ser proativo significa fazer alterações logo quando você vir algo que pode dar errado.

Ser reativo é fazer essas mudanças apenas depois que as coisas dão errado.

10. Ser divertido.

As crianças aprendem muito por meio da diversão e da brincadeira.

Elas adoram se divertir e são boas nisso! Junte-se a elas.

Os pais precisam ser capazes de brincar com seus filhos, divertir-se e apenas aproveitar a vida com eles.

11. Inspirar e encorajar.

Você é a fonte de encorajamento para seu filho.

Seja em uma partida de futebol ou em qualquer outro momento, sua presença no local aumenta a confiança de seu filho.

Você é quem os fará se esforçar mais se falharem.

Suas palavras farão uma grande diferença para seu filho.

Suas palavras têm o poder de construí-lo ou destruí-lo.

12. Demonstrar afeto.

Um bom pai é afetuoso com seus filhos.

Embora ele talvez não abrace ou beije a criança como a mãe faz, sua afeição não é menor que a de uma mãe.

Ele deixa as crianças saberem que podem contar com ele.

13.  Ser persistente, mesmo quando cansado.

Um bom pai transforma seus filhos em membros completos da sociedade.

Ele os instrui especialmente sobre o comportamento adequado, sobre como ser honesto e manter sua palavra, sobre ser grato.

Um excelente pai sabe que deve sacrificar seu próprio conforto por seus deveres paternais.

Por exemplo, se ele chega em casa depois de um dia difícil no trabalho e percebe que seus filhos estão se comportando mal, ele se preocupará em lidar com a situação, embora esteja cansado.

Esta é a maior qualidade de um bom pai.

Mesmo que fique chateado com as faltas de seus filhos e possa lamentar que eles não tenham alcançado o que ele esperava deles, um pai ama seus filhos o que quer que aconteça!