in

5 coisas que deve saber se você ama uma pessoa que sofre de ansiedade

A pior coisa do mundo é quando alguém que você ama está sofrendo.

Você vê seu parceiro irritado, inquieto, cercado de estresse, isolado, alienado, controlado por seus medos mais profundos, esperando que o pior aconteça.

O coração dele bate rápido, ele sua, tem dores de cabeça, passa por um ataque de pânico.

Ele não consegue dormir e se concentrar em tarefas por causa de preocupações. Ele está preso em sua própria mente.

Além disso, parece que ninguém o entende.

Seu parceiro sofre de ansiedade. A ansiedade colocou raízes espinhosas no seu ninho de amor.

Estar em um relacionamento com uma pessoa que sofre de ansiedade exige muita paciência, empatia e cuidado.

Acima de tudo… reconhecimento, disposição para a educação e uma compreensão profunda do que seu parceiro passa.

Aqui estão 5 coisas que você precisa saber se seu parceiro ou parceira tem um transtorno de ansiedade e como ajudá-los.

5 coisas que deve saber se você ama uma pessoa que sofre de ansiedade

1. A ansiedade é muito mais do que apenas se preocupar e ter medos. Leve a sério.

Ansiedade é pensar demais, cuidar demais, uma batalha constante entre os piores demônios em sua mente.

Superar esse transtorno mental não é uma coisa simples. Não é uma piada ou alguma magia que irá desaparecer sempre que desejar.

É mais do que “apenas relaxar” ou “não se preocupar muito”.

Esta é a razão pela qual você deve se informar sobre o que seu parceiro passa.

Se você não entende o que é ansiedade e como esse problema de saúde mental afeta a saúde de seu parceiro, você não será capaz de ajudá-lo.

Portanto, esteja disposto a aprender o máximo possível, leia, converse com alguém que tenha o mesmo problema que você, peça ajuda profissional.

Seu parceiro irá agradecer seu esforço.

2. Seu parceiro quer falar sobre seus sentimentos. Escute-o.

Thank you for reading!

Awebic

Publicado por Awebic

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leonardo da Vinci: Como ver o mundo como ninguém

Por que não é inteligente que nossas crianças usem as mídias sociais