in

Correr apenas uma vez por semana está ligado a uma queda de 27% no risco de morte prematura

Um novo estudo sugere que mesmo uma corrida leve e ocasional pode ajudá-lo a ter uma vida mais longa e saudável.

O Runner’s World relata que os pesquisadores compilaram dados de 14 estudos publicados anteriormente para determinar se a corrida estava associada a um menor risco de morte precoce.

Suas descobertas, publicadas no British Journal of Sports Medicine, mostram que entre uma amostra de 232.149 pessoas cujos hábitos foram monitorados de 5,5 a 35 anos, aqueles que correram tiveram um risco 27% menor de morte prematura do que aqueles que não o fizeram.

As causas de morte incluíam doenças cardiovasculares, câncer e tudo o mais — e, embora o estudo não garanta que a corrida diminua o risco de morte prematura, mostra que há pelo menos um vínculo entre as duas coisas.

Além disso, os resultados sugerem que você não precisa ser um corredor particularmente dedicado ou sério para colher os benefícios de saúde. Os pesquisadores descobriram que aqueles que corriam menos de 50 minutos por semana, apenas uma vez por semana, ou em velocidades abaixo de 10 km/h, ainda competiam com corredores mais intensos quando se tratava de diminuir as taxas de mortalidade precoce do que os não corredores.

“Essa descoberta pode ser motivadora para quem não pode investir muito tempo em exercícios, mas definitivamente não deve desencorajar aqueles que já praticam corridas mais intensas”, Željko Pedišić, professor do Instituto de Saúde e Esporte da Victoria University e coautor do estudo, disse à Runner’s World.

Em outras palavras, não há razão para que maratonistas ávidos e entusiastas diminuam seus ritmos de corrida — mas se você passa a maior parte do tempo sentado na frente do computador ou da televisão, considere adicionar uma corrida no bairro de 45 minutos para sua lista semanal de tarefas. Segundo Pedišić, isso poderia ajudar a afastar a pressão alta, o colesterol alto, a obesidade, as doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e câncer.

Via: Mental Floss.

Foto: Nur Andi Ravsanjani Gusma.

Thank you for reading!

Awebic

Publicado por Awebic

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vacas russas usam óculos de Realidade Virtual para reduzir sua ansiedade e aumentar a produção de leite

Empresa australiana cria vírus que reduz células cancerígenas em ratos e quer testes em humanos