CARMA: entenda o que significa e como funciona essa lei!
CARMA: entenda o que significa e como funciona essa lei!

CARMA: entenda o que significa e como funciona essa lei!

Saiba como se livrar disso!

publicidade

Carma é um termo muito dito pelas pessoas para definir ou justificar os momentos de sorte e azar no cotidiano. Mesmo sendo comumente utilizado, poucos conhecem o verdadeiro sentido e origem dessa palavra. Se você quer descobrir, chegou ao lugar certo! 

Carma deriva do sânscrito “karma”, que significa atitudes ou ações. Algumas religiões como o hinduísmo e o budismo, consideram que atos positivos geram um carma favorável e equilibrado, enquanto atitudes ruins geram um carma negativo.

carma

publicidade

Outras religiões orientais também acreditam que suas atitudes em uma vida, geram carmas positivos ou negativos para as próximas encarnações. No entanto, compreender esse conceito, independentemente da religiosidade pode ajudar os indivíduos a evitar situações negativas que acontecem com frequência. 

Com certeza você já deve ter ouvido falar de lei do retorno, ou lei da ação e reação. Se pararmos para pensar no sentido literal, “ação” corresponde a forma como você manifesta seus pensamentos, sentimentos e atitudes. Tudo isso provoca uma reação. 

Essa reflexão nos faz perceber que o carma é integrante da nossa liberdade e livre arbítrio! Se somos livres para fazer escolhas boas ou ruins, também devemos ser responsáveis pelas consequências de tais ações. 

Compreenda o carma como os aspectos mais sutis da sua personalidade. Alguns vícios e padrões de comportamento provocam impactos no nosso corpo físico, mental e espiritual. Pensando através desse raciocínio, seus hábitos, crenças, vícios e atitudes repetitivas, geram padrões negativos dando origem ao carma

publicidade

carma

Se você não se importa em corrigir algumas ações e expandir sua consciência, esses aspectos negativos estarão sempre presentes em sua realidade, interferindo na sua saúde e na relação com outras pessoas. 

No entanto, você não deve se culpar por isso. Em poucas palavras, o carma é a repetição inconsciente de padrões. E exatamente por ser inconsciente, necessita de autoconhecimento para ser anulado.  

Abaixo segue uma lista com alguns exemplos comuns do cotidiano para você identificar com mais clareza a presença do carma na sua vida. 

  • Tendência a se relacionar com parceiros amorosos considerados problemáticos, fazendo com que você sofra frequentemente. 
  • Dificuldade em se relacionar com a hierarquia dos ambientes. Isso gera muitos embates com chefes ou outras pessoas no ambiente de trabalho. 
  • Vivenciar com frequência situações desagradáveis e similares com o círculo de amizade. 

Esses são apenas os mais comuns exemplos. Ainda assim, uma série de outros problemas também se encaixam no conceito do carma, criado por nós e para nós, através do nosso comportamento e escolhas. 

publicidade

Agora que você já consegue identificar os padrões, vamos descobrir os tipos de carma existentes. 

TIPOS DE CARMA 

carma

CARMA FAMILIAR 

Esse tipo de carma é definido pelo padrão comportamental que caminha de geração para geração. Essas atitudes são absorvidas pelos novos integrantes da família, devido as cargas já existentes nos pais. 

Para você compreender melhor vou dar um exemplo. Se houver repetições do tipo “todo homem dessa família é mulherengo” ou “todas as mulheres dessa família têm o dedo podre para se relacionar”, isso provoca impacto na vida de todos. 

Saiba que esse tipo de sentimento carrega energias e emoções do passado, e esse comportamento pode sim ser transferido para outras gerações. Isso só chegará ao fim quando um membro decidir romper esse conceito ao invés de absorve-lo. 

CARMA INDIVIDUAL 

Também chamado de “carma egóico” ou “egocarma”, esse conceito diz respeito exclusivamente as escolhas de cada indivíduo. 

Um exemplo são as pessoas que fumam e posteriormente contraem câncer, isso é considerado carma. Problemas causados pelo excesso de cuidado com o próximo também se encaixa nesse conceito. 

CARMA NAS RELAÇÕES 

Esse diz respeito a fixação pelas coisas que não prosperaram. Se você tem uma relação ruim e fica afirmando que as próximas também serão problemáticas, pode gerar um sério acumulo negativo.

Isso também se encaixa quando existem traumas familiares, como por exemplo traições. Os indivíduos podem crescer achando que alguma das partes sempre vai trair, o que não é uma regra. 

Esse pensamento só vai atrair traidores e repelir aqueles que possuem boas intenções. 

CARMA EMPRESARIAL 

Se você é empreendedor fica de olho aqui! Esse carma pode surgir de acordo com as suas atitudes em relação a empresa. 

Um exemplo simples é: Se você e o seu sócio desperdiçam muita energia pensando nos riscos existentes em investir, é provável que criem uma empresa com dificuldade em expandir no mercado. 

CARMA DE DOENÇAS

carma

Algumas vezes, isso está ligado à sua árvore genealógica. Algumas doenças podem estar gravadas no seu DNA e vêm à tona no decorrer dos anos. 

Além disso, os hábitos relacionados a saúde também causam influencia nesse aspecto. Se você não se alimenta bem, não pratica exercícios e não vai ao médico regularmente, isso pode atrair negatividade em forma de carma. 

Pensamentos ruins, repetidos e comportamentos intolerantes também entram nesse quesito. Isso interfere diretamente no seu corpo físico podendo causar doenças irreversíveis. 

Agora vou te mostrar algumas soluções que transformam o carma libertando seu corpo dessas limitações. 

ELIMINANDO E RE-SIGNIFICANDO CARMAS 

Existem inúmeras formas de fazer isso, mas o método mais eficiente para superar e se libertar é o autoconhecimento e a expansão da consciência. 

Se você coordenar com firmeza os seus pensamentos e atitudes negativas, é pouco provável que os carmas permaneçam atormentando você.  

Atitudes conscientes mostram o melhor caminho para o equilíbrio dessas situações e para o seu bem-estar físico e mental. Se acredita que não é capaz de alcançar esse estágio sozinhos, invista em técnicas xamânicas ou terapias energéticas para o corte de laços negativos.