Carpinteiro faz ato singelo para salvar jiboia de maus tratos e livrá-la da morte

Carpinteiro faz ato singelo para salvar jiboia de maus tratos e livrá-la da morte

Todos deveriam ter um coração como este!

publicidade

Com tanta informação sendo repassada de forma livremente aberta, muita gente ainda deixa passar alguns atos que poderiam ser bons para todos nós. Criar um respeito pelos animais não nos restringe apenas à aqueles que podem ser domesticados.

Quebrar essa cultura de animais selvagens devem ser mortos só por serem quem são, é um trabalho que deve ser feito todos os dias. Ao encontrar um animal que pode lhe ferir em um local inusitado, não os faz maldosos. Eles apenas estão querendo se proteger caso se sintam ameaçados.

Uma história surpreendente acabou percorrendo as redes sociais rapidamente. Um rapaz que passava no Morro do Cajueiro, entre Vaz Lobo e Madureira, na Zona Norte do Rio de Janeiro, acabou se deparando com uma cena terrivelmente lamentável.

publicidade

Sem saber específico ou o motivo dessas pessoas estarem fazendo isso, ele acabou se deparando com uma jiboia que media mais de 2 metros de comprimento, recebendo várias pauladas dessas duas pessoas.

Sabendo que deveria fazer algo para salvar aquele animal que não tinha culpa, decidiu que não valeria a pena discutir com aquelas pessoas e chegou a oferecer R$ 100 para que elas parassem de maltratar aquele animal e o entregasse em sua responsabilidade.

Consequentemente, as pessoas que estavam agredindo aquele animal o deixaram em sua posse. Assim que conseguiu livrar a jiboia dos maus tratos que estava recebendo, sem pensar duas vezes, procurou a Patrulha Ambiental para que pudesse entregar aquele animal em plena segurança.

Sem querer autorizar a divulgação do seu nome, esse rapaz informou apenas que era um carpinteiro e que tinha 37 anos. Assim como muitas pessoas que reconhecem a importância desses animais para a vida na natureza, e consequentemente também a nossa, chegou a ficar completamente revoltado com uma situação que acabou se deparando.

publicidade

homem-paga-para-salvar-jiboia-de-pauladas

Contando aos agentes ambientais, revelou que não sabia como aquelas pessoas chegariam a agir, caso tentasse defender o animal. Sem pensar em discutir, ofereceu apenas o dinheiro para garantir a sua retirada de forma segura daquele local.

O rapaz chegou a dizer ainda: “As pessoas precisam entender que esses animais são nossos parceiros, eles preservam as matas e florestas para que tenhamos qualidade de vida nas cidades”. Um pensamento simples, mas que acaba escapando do pensamento de muita gente, com uma importância inestimável.

Por causa de alguns ferimentos causados pelas pauladas, a jiboia chegou a ser levada para o Centro de Recuperação de Animais Silvestres da Universidade Estácio de Sá, para que pudesse receber todos os tratamentos e cuidados necessários por veterinários capacitados.

 Assim que o animal apresentar-se completamente bem e com seus machucados sarados, aquela jiboia que recebeu um ato de generosidade ímpar será devolvida a natureza. Além de desejar que ela fique plenamente bem, todos nós desejamos também, que mais pessoas sejam assim!

publicidade

COMENTÁRIOS | Deixe sua opinião!

comments