CBFv cria projeto para levar futevôlei em favelas do Brasil inteiro

Esporte é inspiração e ferramenta de transformação social

CBFv cria projeto para levar futevôlei até favelas de todo Brasil
CBFv cria projeto para levar futevôlei até favelas de todo Brasil
publicidade

Mais do que lazer, diversão e emoção, o esporte tem um potencial incrível de transformar vidas, histórias e destinos.

A gente viu isso nas últimas Olimpíadas e agora vemos também em projetos sociais como o Favela Open, lançado pela Confederação Brasileira de Futevôlei (CBFv). Uma iniciativa muito bacana que vai levar o esporte para crianças e adolescentes de cerca de 300 comunidades carentes em todo o Brasil!

A meta, segundo o site Lance!, é beneficiar 2 mil atletas: 900 adolescentes de 14 a 17 anos e 1.100 de 18 a 23 anos. Para selecionar os participantes, a CBFv fará 10 etapas classificatórias e uma etapa final em local que ainda será definido.

publicidade

Te interessa?

Arte de divulgação do Favela Open (imagem: Lance!/divulgação)

A seleção vai funcionar da seguinte maneira: cada partida terá um único set de 18 pontos, com critério eliminatório. As duas melhores equipes de cada etapa garantem a presença na fase final, que terá uma avaliação diferente. Nela, serão feitos dois sets para decidir os vencedores.

“Tendo como principais objetivos a prática esportiva para adolescentes e jovens que fazem parte do segmento populacional de vulnerabilidade social, a Confederação Brasileira de Futevôlei espera ser um agente transformador, utilizando o esporte como ferramenta de inclusão e superação, criando e propondo, através do esporte, o desenvolvimento e a inclusão de jovens e adolescentes”, informou, em nota, a entidade.

Futevôlei é um esporte que coleciona admiradores de todas as idades (imagens: Ardos Sportswear)
publicidade

Todas as disputas da competição serão transmitidas pelo YouTube da CBFv, o que garante também visibilidade para os jovens. Imagina só que legal se algum deles despontar como um craque do esporte graças ao torneio?

O que não falta é gente talentosa só esperando uma oportunidade para agarrar com toda sua força e fazer bonito. Que o Favela Open possa abrir essas portas e mudar o futuro de inúmeros jovens!

publicidade

Mais exemplos inspiradores

Aliás, essa não é a primeira vez que uma iniciativa de esporte é destaque aqui no Awebic. Não faz muito tempo, falamos do projeto de futebol feminino Jogadeiras, em Pernambuco.

Feito para garotas de uma comunidade carente da cidade de Olinda, ele incentiva o empoderamento, a igualdade de gênero e ajuda a romper ciclos de violência e discriminação. A faixa etária das beneficiadas, inclusive, é muito semelhante à do Favela Open: 12 a 17 anos, em média.

A solidariedade também está sempre presente no esporte e quem deu exemplo disso foi o time do Santos.

publicidade

Quando um jovem torcedor de 11 anos foi agredido no interior do Paraná por causa de uma brincadeira de futebol, jogadores da equipe gravaram vídeos de apoio e mostraram toda sua preocupação e seu carinho pelo rapaz.

Gesto que, com certamente, fez muita diferença para ajudá-lo a superar o trauma. Quem gosta e acompanha esporte sabe que esse é o verdadeiro espírito: independente se é futebol, vôlei ou futevôlei, o intuito deve ser sempre unir as pessoas, dar oportunidades e transformar vidas.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Fonte: Lance!

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar