A chave para encontrar o seu propósito de vida que ninguém quer admitir

Em cinco palavras: fuja da sua bolha pessoal.

publicidade

Você pode ter tido uma tonelada de sonhos quando criança.

“Eu quero ser um cientista quando crescer!” Ou “eu quero ser uma estrela do rock quando crescer!”

Mas à medida que envelhece e os sonhos começam a parecer um pouco menos como objetivos de longo prazo e mais como contos de fadas imaginários, você pode parar de acreditar em si mesmo.

publicidade

Até que, eventualmente, você não tem certeza de qual é o seu propósito na vida.

Mas o negócio é o seguinte: você não está sozinho.

Na verdade, você provavelmente é a maioria, pois milhões de pessoas sentem o mesmo. Desmotivado e sem objetivo, sem direção real ou fonte de paixão em sua vida.

Mas só porque se sente assim agora, não significa que tenha que se sentir assim para sempre.

publicidade

Aqui está a única coisa que você tem que fazer para recuperar sua motivação hoje.

Atenção: não será fácil.

O passo fundamental para descobrir o propósito da sua vida

O segredo para o propósito de vida

Cinco palavras: fuja da sua bolha pessoal.

O que isso significa?

publicidade

Significa sacudir sua vida e agitar o barco.

Sua bolha pessoal é o pequeno canto do universo de onde você vê o resto do mundo: seu próprio conjunto de crenças, rotinas, verdades pessoais e fontes de prazer.

Este canto faz você se sentir incrível, pois passou toda a sua vida o tornando perfeito.

Você conhece todos os seus pontos de prazer e todos os seus pontos de dor, e projetou sua bolha apenas para deixar seu prazer entrar.

Mas esta bolha pode sufocar você.

Ela limita seu crescimento e o aprisiona, tornando difícil lidar com a vida que existe além de sua bolha.

Se alguém o insulta ou aponta uma verdade vergonhosa sobre você – talvez você tenha um vício ruim ou uma ética de trabalho preguiçosa – sua reação instintiva é recuar para sua bolha até que você esqueça o que foi dito.

Fazemos isso porque é muito mais fácil esconder a verdade do que crescer através dela.

É preciso menos tempo, esforço e energia para ignorar o mundo fora da bolha do que para se esconder dele.

Sua bolha é tão influente para quem você é e como vive sua vida que pode causar vários problemas, incluindo:

  • Não suportamos ficar incomodados, mesmo que seja bom para nós. Não fazemos exercícios e não cuidamos do nosso peso, porque o menor sentimento “ruim” é demais para lidar;
  • Temos medo de conhecer pessoas novas, pois não sabemos como elas nos responderão, nos transformando em reclusos sociais;
  • Nunca tentamos fazer nada, pois temos muito medo de falhar;
  • Desistimos de tarefas importantes e adiamos até o último minuto, para minimizar a ansiedade, em vez de lidar com ela;
  • Não sabemos como lidar com a rejeição e, como resultado, somos emocionalmente atrofiados
  • Muitos dos principais problemas da vida são causados ​​por viver em sua própria bolha. Então, o que podemos fazer para mudar isso?

    Saindo da sua bolha

    O segredo para o propósito de vida

    Esta pode ser uma das coisas mais difíceis que você terá que fazer.

    Não espere que seja fácil – continue seguindo em frente, mesmo que você falhe várias vezes, porque isso fará com que você cresça como pessoa.

    Os 4 passos envolvidos na fuga da sua bolha são:

    1. Autoconsciência:

    Quando sentir emoções negativas, pergunte a si mesmo – isso é causado por minha própria bolha? Minha negatividade é uma resposta racional, ou uma impulsionada pelo medo e desconforto?

    2. Expanda:

    Quando você se tornar consciente de que está respondendo dentro de sua bolha, agora é hora de consertar essa reação.

    Em vez de recuar, é hora de expandir.

    Expanda seu coração e sua mente. Se coloque no lugar dos outros. Veja a situação objetivamente, sem o filtro da sua bolha.

    3. Seja genuíno:

    Aprenda a amar as pessoas ao seu redor. Deseje o melhor para elas e tente ajudá-las a trabalhar para a felicidade delas, da mesma forma que você quer trabalhar para as suas.

    A batalha pela felicidade não é uma luta com os que estão ao seu redor; é uma luta consigo mesmo.

    4. Ação:

    Há mais do que apenas “pensamentos e orações”. Você tem que agir – descubra como você pode ajudar as pessoas ao seu redor.

    Mesmo que essa ajuda seja tão simples quanto apenas estar presente; às vezes, isso é mais que suficiente.

    Repita essas coisas diariamente e, lenta mas seguramente, você deixará sua bolha para trás.

    Um dia você vai acordar e lembrar quem era quando estava preso na sua bolha, e não vai se lembrar dessa pessoa.

    Este artigo é uma tradução do Awebic do texto originalmente publicado em Idea Pod, escrito por Lachlan Brown.

    Imagens: pexels.com e pixabay.com

    Gostou do conteúdo? Então comente e compartilhe-o com seus amigos