Como descrever o amor? Não aceite menos que essas 10 coisas!

Como descrever o amor? Não aceite menos que essas 10 coisas!

Saiba as várias formas de demostrar o amor e como elas nos revela o seu verdadeiro significado!

publicidade

O amor é uma força muito poderosa que liga as pessoas, e isso é mais que uma emoção ou um sentimento. 

Como é descrito esse sentimento de amar no nosso dia a dia? Será que sentimos amor todos os dias e não sabemos? Confira a seguir o real significado de amar alguém e se surpreenda, você pode ser uma pessoa amorosa e não sabe, ainda.

Como podemos descrever o amor?

Muitas pessoas sentem esse sentimento amoroso por uma pessoa ou alguma coisa mas não sabem descrever esse sentimento. Se você é uma delas, não se preocupe, veja a seguir 10 formas de como descrever o amor que você está sentindo no coração. 

publicidade

1 – Amar é querer sem condições nem exceções

É natural e normal um ser humano que tem a capacidade de amar gostar de tudo em seu parceiro ou parceira. No entanto, são as diferenças que tornam o amor bonito e completo para os dois. 

Pensa bem, se você só ama aquilo que gosta ou da forma como pensa que é, o carinho não poderá se sustentar por muito tempo, já que somos seres repletos de luzes e de sombras. Por isso sentimos amor por outra pessoa, só o amor pode querer o bem do outro mesmo com as falhas. 

como-descrever-o-amor

2 – Amar não é precisar, mas sim preferir

A dependência e o amor não se dão tão bem, por isso se você forçar, a relação não vai durar por muito tempo.

publicidade

O casal precisa trabalhar para cuidar dos dois para que nenhum caia na “necessidade” e o outro não retribua, assim, gerando carências. 

Cultive em você o “preferir” suprir as necessidades do seu parceiro(a), pois isso é a chave do amor verdadeiro. 

3 – Amar não significa não ter problemas, mas sim saber solucioná-los 

Às vezes você cai no erro de pensar que para o amor entre pessoas funcione, é necessário não tem problemas nenhum, não ter discussão, ter 100% de compreensão e sempre estar à disposição do outro. 

Pode ir com calma aí minha amiga, pois o amor significa enfrentar o bom ou o ruim sem nenhum tipo de “anestesia” nas emoções. 

Ou seja, uma pessoa que saiba realmente amar contempla a realidade como ela é, assim resolvendo os problemas através do respeito, compromisso e da estabilidade emocional. 

publicidade

4 – Amar é primeiramente apaixonar-se por si mesmo 

Para amar sem dependência, primeiro é necessário que você valorize-se. O que eu quero dizer com isso? Simples, diga para você mesmo “eu te amo”, antes de dizer para outra pessoa.

como-descrever-o-amor

Tenha isso sempre em mente, o amor próprio e o autoconhecimento é a chave para gerar relações saudáveis com o seu par. 

Para que você consiga amar de verdade uma pessoa, prepare-se para uma relação se valorizando primeiro. 

Isso vai te exigir um pouco de trabalho, mas tenha calma, pois isso te trará ótimos benefícios. 

5 – Amor não cresce do nada, mas sim construído

Para construir um amor verdadeiro é necessário formar uma equipe e estabelecer as regras do jogo. Mas o que poderia ser formar equipe e estabelecer regras?

Simples, antes de entrar no campo do amor você precisa se comunicar melhor, ouvir melhor e com sinceridade e empatia, ter diálogos abertos e eliminar as pretensões. 

6 – Amar também é estabelecer limites emocionais

Uma relação saudável entre pessoas que se amam não está fundamentada em jogos de poder nem em exigir condições, mas sim em propósitos conjuntos, equilibrados e saudáveis, pensando sempre no bem dos dois. 

Há certas coisas em uma relação amorosa com outra pessoa é que não devemos tolerar, como:

  • Abuso;
  • Enganação;
  • Manipulação emocional;
  • Os maus tratos;
  • Violação de nossos valores. 

como-descrever-o-amor

Viu só? Todos são baseadas na falta de respeito e no amor, razão pelo qual rejeitar tais coisas significa não exceder nossos limites emocionais. Então, tome cuidado! 

7 – Não se conhece o amor pelo que exige, mas sim pelo que oferece

O amor entre duas pessoas não é controle nem exigência, mas sim liberdade e confiança. 

Além disso, a escravidão emocional é muito mais comum do que você gostaria de reconhecer, pois, de fato, é muito comum pessoas terem ideias errôneas sobre compromisso e relacionamentos.

Por isso, é extremamente necessário eliminar o vitimismo e censura que tenta justificar más ações ou más palavras. 

Este tipo de comportamento mantém o casal preso em uma espiral negativa que nutre a relação de obscuridade, desconfiança e falsas expectativas.

8 – Se o amor está apertando, então não do seu tamanho

Se esse sentimento está doendo, isso significa que não é amor, que você apenas está confundindo sentimentos, pois isso está te destruindo. 

como-descrever-o-amor

Não é você que tem que mudar para ser “compatível” com a outra pessoa que ama, talvez você apenas não encontrou um “sapato” do seu tamanho. Entende?

Tentar prosseguir com essa relação vai te causar angústias, por isso, o melhor é que você deixe a pessoa ir. 

9 – Amar é um sentimento bom

O amor é um sentimento raro nos dias de hoje, acredite. 

Mas quer ver quando um amor é verdadeiro? Basta você olhar nos olhos de pessoas apaixonadas, no carinho de um pai com um filho, nas crianças que brincam umas com as outras sem ao menos se conhecerem. 

Amar é assim, um sentimento maravilhoso que surge sem intenções.

como-descrever-o-amor

10 – Amar o próximo é transformador

Amar não é um sentimento existente somente entre casais que se amam, o amor também existe nas amizades, nas relações diárias no trabalho ou nos laços afetivos com a  família em casa. 

Amar o próximo é um sentimento transformador que faz com que as pessoas desejam tanto o bem ao próximo como a si mesmo.

COMENTÁRIOS | Deixe sua opinião!

comments