in

Benefícios da atividade física: 15 razões para se exercitar regularmente

Os benefícios da atividade física parecem estar em todo lugar: no rádio, na televisão e nas redes sociais.

Todo mundo fala sobre as vantagens de se exercitar. Mas o que é verdade e o que é mito?

Neste artigo o Awebic separou apenas os benefícios baseados em evidências científicas. Após a leitura, você estará convencido de que praticar exercícios regularmente é como desenvolver um superpoder.

Em outras palavras, os principais benefícios da atividade física são:

  1. Mais felicidade;
  2. Perda de peso;
  3. Fortalecimento de músculos e ossos;
  4. Mais energia;
  5. Menos risco de ter doença crônica
  6. Pele mais saudável;
  7. Mais saúde mental e memória;
  8. Menos estresse e mais qualidade de sono;
  9. Menos dor;
  10. Melhor vida sexual;
  11. Mais autoconfiança;
  12. Mais controle sobre vícios;
  13. Mais criatividade;
  14. Menos preguiça e procrastinação;
  15. Inspirar outras pessoas.

Antes de seguirmos com os detalhes de cada benefício e as descobertas da ciência, precisamos deixar claro:

Atividade física é definida como qualquer movimento que faz nossos músculos trabalharem e exige que nosso corpo queime calorias.

Existem muitos tipos de atividades física, como natação, caminhada, corrida, dança, ciclismo e musculação. Praticar esses exercícios com frequência é manter-se fisicamente ativo.

Adicionar APP Awebic

O resultado não apenas traz vantagens para o corpo, como também para a mente.

Veja abaixo cada um dos principais benefícios da atividade física — e o que a ciência nos diz sobre eles (links em amarelo).

1. Pode provocar mais felicidade.

beneficios da atividade fisica felicidade
Talvez a alegria não apareça durante a prática, como na foto, mas ela chega. Crédito: Bruce Mars | Pexels.
Redação

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Café da manhã saudável: 20 receitas fáceis e rápidas para as manhãs ocupadas

Como emagrecer rápido: 3 dicas simples baseadas em pesquisas científicas