Costureira cria Varal Solidário e distribui máscaras gratuitas para quem precisar
Costureira cria Varal Solidário e distribui máscaras gratuitas para quem precisar

Costureira cria Varal Solidário e distribui máscaras gratuitas para quem precisar

Essa senhora acatou a quarentena, mas cuidou de quem precisava sair!

publicidade

Para quem quer fazer a diferença com algo bom, sempre existe a possibilidade de inovar em algo que pode aparentar ser simples, mas que fará toda a diferença na vida de muitos. E um desses casos aconteceu em Maringá, Paraná.

Uma costureira que mora na região metropolitana de Maringá chamada Hilma Luzia da Silva, começou com uma ação de receber aplausos. Querendo ajudar a todos nesse período super conturbado que ainda passamos por causa do coronavírus, criou um Varal Solidário.

De frente a sua casa, a costureira criou um varal e pendurou várias máscaras dentro de um saquinho super protegidas, ao lado de uma placa que dizia: “máscaras gratuitas, pegue a sua e deixe as outras para o próximo”.

publicidade

Depois que começou a ser conhecida por todos que passavam por sua residência, não faltou aplausos para dona da iniciativa tão acolhedora. Dona Hilma Luzia da Silva tem 53 anos e trabalha como costureira.

Mas por causa da pandemia que se espalhou por todo o Brasil e mundo, teve que se manter em casa por se enquadrar no grupo de riscos. Porém, assim como outras centenas de pessoas que acabaram sendo flagradas por internautas que quiseram compartilhar essa boa ação, Dona Hilma não aceitou ficar parada.

varal-solidário-com-máscaras

O que eu sei fazer é costurar e essa é a forma que encontrei de contribuir. A demanda tem sido muito grande e tem hora que o varal fica vazio. Mas a gente se une e faz correndo novas máscaras e é muito gratificante”, disse a costureira que está fazendo a diferença no seu bairro.

publicidade

O varal solidário vem sendo implementado em vários lugares espalhados por todo o Brasil. Essa é mais uma forma de pessoas encontrarem ajuda para a prevenção de todos aqueles que precisam sair de casa por questões mais necessárias.

E ela não para! De acordo com um site local, chegou até confessar que às vezes faltam máscaras para distribuir. Mas assim que ver o varal vazio, tornam ao que sabe fazer de melhor, que é espalhar solidariedade e cuidado com apenas um gesto simples.

Fonte: GM Online

COMENTÁRIOS | Deixe sua opinião!

comments