in , ,

10 fatos sobre a educação japonesa de causar inveja no resto do mundo

O povo japonês é famoso por sua inteligência, saúde, educação e bem-estar.

Mas o que torna essa nação tão diferente do resto do mundo?

Nós descobrimos a resposta: o Japão possui um sistema educacional extremamente diferenciado e interessante.

1. Boas maneiras antes do conhecimento

Criancinhas japonesas na sala de aula

Nas escolas japonesas, os estudantes não fazem prova até alcançarem a quarta séria (10 anos de idade). Fazem apenas alguns pequenos testes.

Acredita-se que o objetivo para os três primeiros anos de escola não é julgar o conhecimento da criança, mas sim estabelecer boas maneiras e desenvolver seu caráter.

As crianças são ensinadas a respeitar as outras pessoas e serem gentis com os animais e com a natureza.

Elas também aprendem sobre generosidade, compaixão e empatia. Além de autocontrole, coragem e justiça.

2. O ano letivo começa em 1º de abril

linda flor de cerejeira

O primeiro dia de aulas coincide com um dos fenômenos naturais mais bonitos do Japão: a época da flor de cerejeira!

O ano acadêmico dos japoneses é dividido em três trimestres e os alunos possuem férias de 6 semanas durante o verão, além de pausas de duas semanas durante a primavera e inverno.

3. A maioria das escolas japonesas não contrata faxineiros, os próprios alunos cuidam da limpeza

alunos japoneses limpando a sala de aula

Nas escolas japonesas, os próprios estudantes são responsáveis pela limpeza das salas de aulas, corredores, lanchonetes e banheiros.

O sistema educacional japonês acredita que exigir que os alunos cuidem da limpeza da escola os ensinará a trabalhar em equipe e a ajudar-se mutualmente.

Redação

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

“Coroa Tímida”: quando árvores evitam contato num fenômeno peculiar

18 imagens impressionantes do corpo humano captadas por um microscópio