DISTIMIA: a depressão OCULTA que pode te matar (mas tem tratamento)

Entenda como funciona esse tipo de depressão e salve vidas!

DISTIMIA: a depressão OCULTA que pode te matar (mas tem tratamento)
DISTIMIA: a depressão OCULTA que pode te matar (mas tem tratamento)

Você conhece algum pessoa que sofre com depressão? Você está passando por um problema parecido? Você precisa entender que esse tipo de doença pode te matar, mas tem tratamento.

Também conhecida com transtorno distímico ou distimia, a depressão crônica é um tipo de depressão com grau baixo e pode durar anos se não tratado adequadamente.

Se você é uma das milhares de pessoas ao redor do mundo sofrendo com distimia, entenda que você pode procurar mais informações de como tratar essa doença.

Te interessa?

Foi pensando nisso que preparamos uma ótima seleção de informações sobre a distimia e como você pode procurar uma forma de tratar essa doença e evitar o pior. Aproveite!

O que significa distimia?

A distimia é um tipo de depressão que pode durar pelos menos dois anos sem qualquer tipo de remissão por parte da pessoa.

Em contraste com esse tipo clínico de depressão, a distimia não impede que a pessoa viva normalmente. Infelizmente, essa depressão crônica afeta cerca de seis em cada cem pessoas ao redor do mundo.

A verdade é que a depressão cronica é uma coisa muito séria, porém, essa doença nem sempre será incapacitante para determinadas pessoas.

distimia

Os indivíduos que acabam sofrendo com esse tipo de depressão, ou distimia, apresentam os sintomas típicos da doença, isso de uma maneira controlável.

Os homens e mulheres, sob a influência da depressão, apresentam sintomas de longo prazo e com pequeno grau que podem durar por um período indeterminado.

Durante os primeiros meses da doença, as pessoas com distimia podem conseguir cumprir as suas obrigações pessoas, familiares, profissionais e financeiras.

A distimia cobra o seu preço

Mesmo com um grau pequeno, esse tipo de depressão é ainda é uma depressão comum. Por isso, a felicidade e a vontade de viver serão impossível de encontrar em uma pessoa com essa doença.

Elas ficam presas nas emoções e sentimentos vazios e também a falta de sentido. Se um tratamento para esse tipo de depressão não for fornecido, as pessoas que sofrem não perceberão que precisam de ajuda.

A condição de não querer um tratamento pode causar uma série de problemas no decorrer da vida e que pode deixar as pessoas apenas sofrendo e lutando por sobrevivência.

distimia

O fato é que as pessoas que sofrem com distimia sentem continuamente um estado de desespero e desanimo, como também:

  • Falta de apetite;
  • Alimentação excessiva;
  • Insônia;
  • Sono excessivo;
  • Baixa energia;
  • Fadiga;
  • Baixa auto-estima;
  • Falta de concentração;
  • Indecisão;
  • Desesperança. 

A verdade é que a distimia e uma grande crise de depressão podem ocorrer juntas. Esse tipo de situação é bastante conhecida como depressão dupla.

SORRIA! 30 Alimentos que te deixarão mais FELIZ, a ciência comprova!

Como saber se tenho distimia?

Um profissional de saúde mental geralmente faz um diagnóstico com base em sintomas da pessoa que está sofrendo de depressão.

No caso das pessoas que sofrem com depressão, esses sintomas terão durando mais tempo, assim, sendo menos graves do que em pessoas com depressão em estágio mais avançado.

Por isso, com a distimia, o profissional de saúde mental irá querer ter certeza de que esses sintomas não são resultados de uma condição do corpo.

distimia

A verdade é que se uma pessoa estiver triste e deprimida ou tiver sintomas de depressão por mais de duas semanas, é importante consultar um psiquiatra ou médico especializado.

Durante a detecção do problema, o seu médico fará uma avaliação médica, sempre prestando atenção ao histórico psiquiátrico familiar e pessoal também.

13 atividades que ajudam a tratar a DEPRESSÃO de forma natural

Como funciona o tratamento da distimia?

Embora esse tipo de depressão seja ainda uma doença muito grave, ele também é muito tratável no decorrer do tempo.

Assim como acontece com qualquer outra depressão crônica, o diagnóstico precoce e o tratamento com medicamento pode diminuir a intensidade.

O fato é que a duração dos sintomas e também a diminuição a propriedade de crescer um período de depressão bem maior.

A depressão maior não é a única variedade de transtorno depressivo em pessoas que também sofrem com distimia.  Distimia é outra e, embora os seus sintomas não sejam tão agudos ou debilitantes quanto os da depressão grave.

distimia

É importante você entender que a distimia ainda é uma condição de saúde física e mental que altera a vida de qualquer pessoa. 

Dependendo da pessoa, a remissão da distimia é improvável, por isso, a melhor forma de lidar com o problema no futuro é buscar tratamento para a depressão.

Como os medicamentos ajudam a tratar a distimia?

Para resolver esse problema, existem várias classes de remédios disponíveis para tratar a distimia em pessoas com situação grave.

O profissional de saúde avaliará a saúde física e mental do paciente, assim, incluindo outras condições médicas. Fazendo isso ele encontrara um remédio mais eficaz com o mínimo de efeitos colaterais para tratar a distimia.

Sendo assim, esses medicamentos podem levar algumas semanas para fazer o efeito significativo. Além disso, o medicamento deve ser tomado por pelo menos seis a nove meses.

distimia

Às vezes o medicamento indicado pelo médico pode levar várias semanas para interromper com segurança um antidepressivo. Portanto, é importante deixar o médico orientar a pessoa decidir interromper o medicamento.

Por isso, você que busca tratamento deve trabalhar em estreita colaboração com seu médico para encontrar o antidepressivo que oferece mais benefícios e menos efeitos colaterais.

Transtorno de Ansiedade Generalizada na pandemia: essa é a SOLUÇÃO mais eficaz!

A sua distimia pode piorar com o tempo?

O fato é que não é incomum que muitas pessoas com depressão também experimentem um período de depressão grave ao mesmo tempo que a distimia. Mas quando isso acontece, o fenômeno é chamado de depressão dupla.

Levando em consideração essa informação, é muito importante que a pessoa que sofre de distimia procurar um diagnóstico de um profissional de saúde.

Com uma prevenção logo de início, o médico pode recomendar um tratamento mais eficaz, assim, podendo ajudar a pessoa a se sentir bem novamente.

Você gostou de saber mais sobre a distimia e como esse tipo de depressão pode acabar matando pessoas? Então não perca mais tempo e compartilhe com os seus amigos e familiares. 

Aproveite essa oportunidade para ajudar pessoas que sofrem com depressão, mas que não sabem ou não querem buscar tratamento. Fazendo isso você estará salvando vidas.

Veja mais ›
Fechar