in ,

Você provavelmente está passando seus finais de semana da maneira errada

Pesquisas sugerem que o lobo pré-frontal é inibido durante o fluxo, o que pode abrir o cérebro para a criatividade. Hobbies também têm provado reduzir o estresse e a solidão, e os idosos com hobbies podem ser menos suscetíveis à demência.

Igualmente estimulante no final de semana é uma sessão intensa de altruísmo. A maioria dos voluntários tem um claro senso de propósito e significado – o cerne da autorrealização. Eles também podem sentir que têm mais tempo.

Um estudo publicado em 2010 na Psychological Studies descobriu que gastar tempo com os outros faz com que as pessoas se sintam altamente eficazes e capazes, o que tem o efeito de expandir o tempo.

“A mesma duração de tempo é percebida como longa quando mais coisas foram realizadas – quando é mais completo”, escreveram os pesquisadores.

Finalmente, não há problema em temperar o bem-estar com mais um componente de um final de semana benéfico: diversão. Por definição, a diversão é fluida e não tem nenhum resultado conhecido ou começo e fim necessários.

Somos muito bons em transformar o lazer em trabalho, de acordo com a expressão “working out” (fazer exercícios, em inglês) e a indústria de fitness, que quantifica e reproduz todos os nossos movimentos.

Mas a verdadeira diversão não tenta domar o tempo.

Stuart Brown, líder do National Institute for Play, defende a expansão de sua ideia de diversão além do jogo de basquete, incluindo paqueras, leitura em voz alta para alguém, sonhar acordado e outros momentos sem propósito e prazerosos.


Recomendamos para você:

Redação

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A cura para seu vício em tecnologia está onde você menos espera: no tédio

Crowdfunding: tudo que você precisa saber sobre o financiamento coletivo