in

14 mensagens secretas escondidas em obras de arte famosas

As pessoas adoram encontrar símbolos escondidos e códigos secretos em todos os tipos de objetos – inclusive obras de arte.

Pode ser de conhecimento geral que Da Vinci foi um músico talentoso, mas poucas pessoas sabem sobre a música que ele pintou no quadro “A Última Ceia”, usando pães e mãos no lugar de notas musicais.

E você provavelmente já viu a “Mona Lisa”, mas não com um microscópio – ela tem um código minúsculo escondido em seus olhos.

Aqui estão 14 obras de arte famosas que possuem símbolos escondidos:

1. “Os Embaixadores” de Hans Holbein, o Jovem, contém uma referência à mortalidade difícil de encontrar.

Mensagens escondidas em obras de arte famosas 14

Esta famosa pintura foi finalizada em 1533.

A pintura inteira é muito realista, até você notar a mancha (na falta de uma palavra melhor) na parte inferior, no centro, entre os dois homens.

Aparentemente, a “mancha” é na verdade uma caveira que foi distorcida. Se você olhar a pintura da direita para a esquerda, ela se transforma em uma caveira humana.

Alguns acreditam que a caveira é uma referência à frase em latim “memento mori”, que significa “lembre-se de que você é mortal.”

Memento mori supostamente foi o lema do homem que encomendou a pintura, Jean de Dinteville (o homem à esquerda).

2. “Madonna com São Giovannino” de Domenico Ghirlandaio tem sido o centro de uma teoria da conspiração sobre OVNIs.

Mensagens escondidas em obras de arte famosas

“Madonna” está sendo exibida atualmente no Palazzo Vecchio, em Florença.

Sim, aquela mancha circular perto da cabeça de Madonna tem sido o centro de uma polêmica há anos. Muitos teóricos da conspiração sobre OVNI estão convencidos de que se trata de uma representação de uma nave extraterrestre.

Redação

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por que o protetor solar pode estar causando câncer de pele, não o Sol

15 pais bem-humorados que merecem o prêmio de “pai do ano”