10 crenças fantásticas de diferentes culturas sobre o eclipse solar

Muito antes da explicação científica, várias culturas já possuíam suas teorias sobre o fenômeno.

publicidade

Muitas são as superstições sobre o eclipse solar. Culturas que desde muito antes da explicação científica, já possuíam sua própria interpretação para este fenômeno.

O National Geographic explica que o eclipse solar acontece quando a lua nova se move entre a Terra e o Sol impedindo os raios solares de alcançarem a Terra.

mitos sobre eclipse solar (3)

publicidade

Crédito: Jar155

Apesar da distância em que se encontram, o Sol e a lua parecem ter o mesmo tamanho vistos do nosso céu.

Imagine então como um eclipse solar poderia parecer sobrenatural para diferentes culturas:

1. Lobos engolindo fogo

O astrônomo E. C. Krupp, diretor do Observatório Griffith em Los Angeles, Califórnia, conta ao National Geographic que em algumas culturas, tanto o eclipse solar quanto o lunar indicavam que demônios ou animais consumiam o sol ou a lua.

publicidade

mitos sobre eclipse solar

Crédito: _Jasmin_

“Os Vikings viram um par de lobos no céu caçando o sol ou a lua”. Quando um dos lobos pegava uma das esferas brilhantes, acontecia o eclipse solar (ou lunar) como resultado.

2. Eclipse solar quando o sapo come o sol

mitos sobre eclipse solar

Crédito: cocoparisienne

publicidade

O astrônomo explicou que no Vietnam, as pessoas acreditavam que o eclipse solar era resultado de uma rã ou um sapo comer a lua ou o sol.

3. O céu está jantando

Crenças eclipse solar

Por outro lado, Krupp explica que a tribo Kwakiutl na costa ocidental do Canadá acredita que é a boca do céu que consome o sol ou a lua durante um eclipse solar.

4. Eclipse solar esclarecido: o roubo do sol

Crenças eclipse solar (1)

Krupp comenta que na mitologia coreana sobre o eclipse envolve “cachorros de fogo” que tentam roubar o sol ou a lua. Aqui, o roubo é a forma de explicar o desaparecimento do sol durante o fenômeno.

5. O rei demônio hindu Rahu

mitos sobre eclipse solar (6)

Essa é uma das histórias mais coloridas na opinião de Krupp e envolve o rei demônio hindu Rahu. Ele disfarça a si mesmo como um deus com a intenção de roubar um elixir que garante imortalidade.

O sol e a lua veem o que Rahu está aprontando e reportam o seu crime para o deus Vishnu, o protetor do universo.

Como efeito do crime de Rahu: “Vishnu corta fora a cabeça dele antes que o elixir deslize por sua garganta”, explicou o astrônomo. Como consequência, a cabeça de Rahu se torna imortal, mas não seu corpo.

mitos sobre eclipse solar (4)

Crédito: skeeze

A cabeça do demônio continua a se mover pelo céu em perseguição ao sol e à lua por vingança. Às vezes, ele consegue pegá-los e os engole.

Por não ter garganta, no entanto, o sol e a lua caem do fundo de sua cabeça.

Como você pode imaginar, essa é a explicação para o eclipse solar.

6. Eclipse solar também significa reconciliação

mitos sobre eclipse solar

Crédito: cairomoon

A astrônoma cultural Jarita Holbrook da Universidade da Província do Cabo Ocidental em Belville, na África do Sul, tem um mito favorito sobre o eclipse solar, que é o contado pelo povo Batammaliba nos países Togo e Benim na África Ocidental.

Ela explica à National Geographic que nesse mito em especial, o sol e a lua estão brigando durante o eclipse. As pessoas encorajam os dois a pararem e então acontece a reconciliação:

“Eles veem [o eclipse solar] como um momento de se unir e resolver velhas disputas e ira”, disse Holbrook. “É um mito que é mantido até hoje.”

7. Eclipse solar é estar em equilíbrio com o universo

Nancy Maryboy, presidente do Instituto de Educação Indígena nas Ilhas San Juan, em Washington, explica ao canal que o povo indígena Navajo mantêm tradição referente aos eclipses até os dias atuais.

O povo Navajo considera a ordem cósmica do universo como uma questão de equilíbrio.

“Algo como um eclipse é apenas parte da lei da natureza. Você pausa para reconhecer que esse tempo é especial e você reflete sobre a ordem cósmica.”

mitos sobre eclipse solar

Crédito: Vishnu_KV

Alguns ainda seguem tradições mais antigas associadas a um eclipse solar, ficando dentro de casa com a família, cantando canções especiais e até abstendo-se de comer, beber ou dormir.

E há ainda a questão de não olhar para um eclipse solar: “Eles dizem que se você olhar para o sol durante um eclipse, afetá seus olhos depois.”

Esse ato de olhar o sol faz o equilíbrio com o universo ir embora. E problemas começam a surgir no caminho.

Então comer e beber durante o fenômeno também está fora de questão para os Navajo.

8. Mito do Eclipse Solar afetar mulheres grávidas

Muitos mitos modernos são causas de preocupação para muitas pessoas.

mitos sobre eclipse solar (2)

Crédito: Simah

Krupp conta que um dos mais persistentes é o suposto perigo para mulheres grávidas e seus bebês durante um eclipse.

“Parece irracional”, diz ele, mas acredite, ele já recebeu dúzias de ligações sobre esse mito.

9. Não olhar para o sol totalmente coberto

Outro mito moderno é a afirmação de que as pessoas não podem olhar diretamente para o sol quando está completamente coberto durante um eclipse solar total.

mitos sobre eclipse solar (5)

Crédito: DaveDavidsoncom

Os astrônomos Krupp e Holbrook, observam que não há problema algum quando o sol está completamente coberto. Para ela, é justamente o momento que você deveria estar aproveitando o momento para ver o eclipse solar.

10. Eclipse solar é sinal do Fim dos tempos

E há ainda outras culturas que acreditavam que o eclipse solar é sinal do fim dos tempos.

Susan Milbrath, curadora de arte Latino-Americana e arqueologia no Museu de História Natural na Flórida, falou sobre o povo Maia.

mitos sobre eclipse solar (1)

Crédito: ipicgr

Os indígenas Ch’orti’ acreditavam que “um eclipse solar que durava mais de um dia traria o fim do mundo e os espíritos dos mortos viriam a vida e comeriam todos na Terra”, explicou Milbrath ao New York Times, com base em seu livro “Star Gods of the Maya: Astronomy in Art, Folklore, and Calendars.”

No mesmo raciocínio, a curadora observou que os Maias Iucateque e Lacandón viam eclipses como total destruição. Para os Lacandón, a terra se dividiria e onças surgiriam para “comer a maioria das pessoas”.

É incrível o que um eclipse solar pode representar na vida das pessoas em culturas tão diferentes, seja uma crença antiga ou um mito atual.

Veja o vídeo da National Geographic sobre como um eclipse solar acontece (inglês):

Compartilhe com os seus amigos!

COMENTÁRIOS | Deixe sua opinião!

comments