Enola Holmes: a história origem da história que trouxe um processo para a Netflix
Enola Holmes: a história origem da história que trouxe um processo para a Netflix

ENOLA HOLMES: a origem da história que trouxe um processo para a Netflix

Conheça a verdadeira história da suposta irmã de Sherlock Holmes!

publicidade

Provavelmente você já leu ou ouviu falar sobre Sherlock Holmes, o famoso detetive britânico criado no século IX pelo escritor Sir Arthur Conan Doyle.

Mas por outro lado, pouquíssimas pessoas conhecem a história de sua irmã, Enola Holmes, que até ganhou um filme no streaming de vídeo Netflix.

O longa com sua estreia no serviço de streaming Netflix já conquistou vários fãs por todo o mundo. Porém, fica a dúvida em muitas pessoas, de onde veio Enola Holmes?

publicidade

Enola Holmes é realmente a irmã de Sherlock Holmes?

Se você é um fã de carteirinha dos romances do escritor Conan Doyle e está muito intrigado com essa aparição de Enola Holmes, calma, pois você não leu as obras errado.

Sir Arthur Conan Doyle publicou seus livros entre 1887 e 1930 nunca mencionou nenhuma irmã de Sherlock Holmes.

Na verdade, Sherlock Holmes tinha oficialmente apenas um irmão mais velho, Mycroft Holmes, que aparece em três obras:

  • O problema final;
  • Os planos para o submarino Bruce-Partington;
  • O intérprete grego.

O escritor Sir Arthur Conan Doyle morreu em 1930, sem nem imaginar que criariam uma irmã mais nova para os seus personagens.

publicidade

enola-holmes-filme-netflix

A personagem Enola Holmes surge apenas em 2006, como criação da escritora norte-americana Nancy Springer.

Em seu primeiro livro publicado com a personagem Enola, O Caso do Marquês Desaparecido, a escritora Nancy Springer conta a história de uma menina que, às vésperas de seu décimo quarto aniversário, descobre que a sua mãe desapareceu.

Com isso, a linda jovem vai atrás de seus irmãos, Sherlock e Mycroft, para que eles a ajudem na procura de suas mães. Porém, a ideia deles é mandar a jovem para um internato, então Enola foge para Londres.

O recente lançamento da Netflix, é basicamente igual ao livro da Nancy Springer, com a diferença de que, no longa, Enola Holmes está prestes a completar dezesseis anos de idade.

publicidade

Ao todo, a escritora Nancy Springer escreveu seis livros sobre Enola Holmes, sendo o último lançado em 2010.

Nas histórias dos livros, Enola investiga  casos de desaparecimento, desvendando as pistas até encontrar o seus procurados, assim como o irmão Sherlock.

Durante toda a história dos livros, Enola segue esquivando-se de seus irmãos mais velhos, que insistem que ela tem que ir para um internato.

A família de Arthur Conan Doyle e os problemas judiciais da Netflix

O filme Enola Holmes da Netflix não agradou a todos os fãs e está gerando alguns problemas na justiça. Pois a família de Conan Doyle está processando a empresa Netflix por violação de direitos autorais.

Além da Netflix, a escritora Nancy Springer, a produtora Legendary Pictures e a Editora Penguin Random House também estão com problemas na justiça.

enola-holmes-filme-netflix

Quando Sir Arthur Conan Doyle perdeu o seu irmão e filha na Primeira Guerra Mundial, que acabou em 1918, o escritor desenvolve um Sherlock Holmes mais humano e menos metódico, exatamente com o que é representado nos livros de Nancy Springer e no filme da Netflix, Enola Holmes.

O problema disso tudo é que, em 2014, parte da obra de Sir Arthur Conan Doyle tornou-se de domínio público e parte continuou privada, pertencendo exclusivamente ao Conan Doyle Estate, associação formada por oito membros da família do autor.

Por isso, os últimos livros de Sir Arthur Conan Doyle, escritos entre 1923 e 1927, são justamente os que trazem o investigador mais humanizado e sentimental, ou seja, o detetive Sherlock Holmes humanizado não é liberado para uso.

Entendeu agora o motivo de tanta briga entre a família de Sir Arthur Conan Doyle e a empresa de streaming de vídeo Netflix? 

É verdade que Enola Holmes já apareceu antes na televisão?

Você lembra da série da BBC, Sherlock, que conta com o ator Benedict Cumberbatch no papel do detetive britânico Sherlock Holmes? Uma misteriosa irmã de Sherlock e Mycroft aparece no final da quarta temporada. 

enola-holmes-filme-netflix

E então, seria ela a Enola Holmes? Não. Na verdade quem aparece na série Sherlock é a Eurus Holmes, interpretada pela atriz Siân Brooke. Pois a personagem foi criada apenas para a série e, neste universo, Enola Holmes não existe.

Além disso, na série Sherlock, a personagem Eurus Holmes é tida como a mais inteligente entre os irmãos, como uma nova definição de gênio.

Como foi a produção do filme Enola Holmes?

Em fevereiro do ano passado, uma versão da adaptação cinematográfica da série de livros da escritora Nancy Springer estava em desenvolvimento pela Legendary Pictures.

Adaptação tinha a atriz Millie Bobby Brown na produção e estrelando o papel-título, e Harry Bradbeer definido como diretor.

enola-holmes-filme-netflix

Em junho do mesmo ano, Henry Cavill, Fiona Shaw, Helena Bonham Carter e Adeel Akhtar se juntaram ao elenco do filme. Além disso, as filmagens do filme aconteceram em Luton Hoo em Bedfordshire.

Porém, o Conan Doyle Estate abriu um processo judicial contra a empresa Netflix, alegando que o filme viola os direitos autorais ao retratar Sherlock Holmes mais emotivo, um aspecto do personagem que eles argumentam que não é de domínio público.

Em relação às críticas sobre o filme da Netflix, no site Rotten Tomatoes, o longa possui 92% dos críticos e 69% da aprovação do público, já no site IMDb, a nota é 6,7/10.

Veja o que o crítico de cinema Joe Morgenstern, da Wall Street Journal, falou sobre o filme Enola Holmes e a atriz Millie Bobby Brown:

“Brown é brilhante, sustentando o espírito do filme que a envolve com um refinado elenco e amáveis armadilhas em uma prazerosa história de reviravoltas de detetive que é elevada pela exuberância da investigação de Enola”. 

Confira também o que a crítica de cinema Clarisse Loughrey do site Independent (UK) falou sobre a interpretação da atriz Millie Bobby Brown no filme Enola Holmes da Netflix:

“Brown se torna espirituosa, sincera e confiante – todas as coisas que uma jovem heroína precisa para inspirar a próxima geração”.

enola-holmes-filme-netflix

E você? O que está achando de toda essa briga judicial e como foi o filme na sua visão de leitor e fã de Sir Arthur Conan Doyle? O filme tem encantado muitos fãs e leitores do autor de Sherlock Holmes, mas por outro lado, muito não gostaram.

Deixe nos comentário o que você achou do filme e se a história tem futuro para novas sequências da “irmã” do detetive britânico Sherlock Holmes.