Essa pode ser a TERAPIA mais eficaz para tratar a DEPRESSÃO

Entenda como a Terapia Cognitivo-Comportamental pode tratar a depressão!

Essa pode ser a TERAPIA mais eficaz para tratar a DEPRESSÃO
Essa pode ser a TERAPIA mais eficaz para tratar a DEPRESSÃO

Você sabia que os momentos depressivos são um dos transtornos psiquiátricos mais comuns ocorrendo em pessoas de todas as idades em todas as regiões do mundo?

Embora a depressão possa se manifestar em qualquer idade, a adolescência para os primeiros anos adultas são a idade de início mais comum. Já as mulheres são duas vezes mais afetadas em comparação aos homens. 

A verdade é que os transtornos depressivos podem ocorrer como condições heterogêneas no cenário clínico. 

Isso pode ocorrer variando de sintomas menores transitórios a condições clínicas graves e debilitantes – causando graves prejuízos sociais e ocupacionais. Geralmente, apresenta-se com;

  • Constelações de sintomas cognitivos;
  • Emocionais;
  • Comportamentais;
  • Fisiológicos;
  • Interpessoais;
  • Sociais;
  • Ocupacionais. 

A doença pode ser de várias gravidades e uma proporção significativa das pessoas pode ter doenças recorrentes. Veja a seguir como tratar a depressão com terapia comportamental.

Terapia-Cognitivo-Comportamental

Largue a DOR! Essa TERAPIA pode trazer a cura que o seu corpo precisa

Como a Terapia Cognitivo-Comportamental trata a depressão?

Primeiramente, você precisa entender que a terapia cognitivo-comportamental – ou TCC – é um tipo comum de psicoterapia que, para muitas pessoas.

Esse tipo de terapia pode funcionar tão bem, ou melhor, do que os medicamentos para tratar a depressão de determinadas pessoas com essa doença.

Além disso, a terapia cognitivo-comportamental pode ser eficaz na depressão, mesmo sendo ela leve ou moderada. O vantajoso da terapia cognitivo-comportamental é que:

Ela também pode ajudar em casos mais graves se o seu terapeuta for altamente qualificado. 

Portanto, em alguns casos, a terapia cognitivo-comportamental pode ajudar uma pessoa muito se combinada com outros tratamentos – como antidepressivos ou outros medicamentos.

Terapia-Cognitivo-Comportamental

Como funciona esse tipo de terapia para tratar a depressão?

O fato é que um profissional especializado em terapia pode ajudar você a identificar pensamentos negativos ou falsos e substituí-los por outros mais saudáveis ​​e realistas. Você sabia disso? 

Um exemplo disso é que você pode se sentir uma pessoa inútil ou acreditar que a sua vida é ruim e só vai piorar. Ou que você pode ficar obcecado com suas falhas e deficiências.

Para que você entenda como funciona esse processo, em primeiro lugar, a Terapia Cognitivo-Comportamental torna você uma pessoa ciente de que tem esses pensamentos relacionados a depressão.

Em seguida, a Terapia Cognitivo-Comportamental ensina você a trocar por outros pensamentos mais positivos. 

A verdade é que as mudanças em sua atitude leva a uma mudança em seu comportamento também. Com isso, esse resultado pode ajudar você a aliviar sua depressão. Isso é maravilhoso?

Essa é a diferença entre a DEPRESSÃO e a PREGUIÇA

Quais os benefícios dessa terapia para tratar a depressão?

A Terapia Cognitivo-Comportamental é a maneira mais comprovada de psicoterapia, assim como também chamada  psicoterapia. 

O fato é que às vezes essa a Terapia Cognitivo-Comportamental funciona tão bem como medicamentos antidepressivos para alguns tipos de depressão. Você sabia disso? 

Para comprovar essa afirmação, algumas pesquisas realizadas nessa área sugerem que as pessoas que fazem Terapia Cognitivo-Comportamental podem ter metade da probabilidade de ter depressão novamente em um ano do que aquelas que tomam apenas medicamentos.

Terapia-Cognitivo-Comportamental

Além disso….

A medicação para esse tipo de doença funciona bem para tratar a depressão. 

Se uma pessoa também fizer Terapia Cognitivo-Comportamental, o seu tratamento pode funcionar ainda melhor e os benefícios podem durar mais tempo. 

A maioria das pessoas que fazem Terapia Cognitivo-Comportamental para depressão ou ansiedade continuam usando as habilidades que aprenderam na terapia um ano depois.

Por isso, se uma pessoa está tomando remédios para tratar depressão, nunca é recomendado para ela tomá-los sem falar primeiro com seu médico, mesmo se estiver trabalhando com um terapeuta de Terapia Cognitivo-Comportamental. 

Portanto, se você parar repentinamente, pode causar depressão severa e outros problemas.

CURA E PROTEÇÃO: A Terapia quântica que consegue substituir traumas e problemas

O que esperar da Terapia Cognitivo-Comportamental?

A verdade é que você pode obter a Terapia Cognitivo-Comportamental de um:

  • Psicólogo;
  • Conselheiro licenciado;
  • Assistente social clínico licenciado;
  • Outros profissionais com treinamento em saúde mental. 

As sessões da Terapia Cognitivo-Comportamental podem ser individuais, em grupo ou com materiais de autoajuda sob a orientação de seu terapeuta.

Portanto, o seu terapeuta trabalhará com você para definir metas de tratamento, como sentir-se menos deprimido ou reduzir o consumo de álcool. 

7 mentiras estúpidas e destrutivas que a DEPRESSÃO te conta

Terapia-Cognitivo-Comportamental

Normalmente, quando você não vai perder muito tempo se concentrando em seu próprio passado ou em seus traços de personalidade. 

Em vez disso, o seu terapeuta o ajudará a se concentrar no que você sente e pensa agora e em como mudar isso.

Por isso, antes de escolher um terapeuta para tratar sua depressão com a Terapia Cognitivo-Comportamental, verifique da:

  • Certificação e licença em seu estado;
  • Área de atuação e se inclui depressão. 

A verdade é que alguns ou até muitos terapeutas se especializam em transtornos alimentares, Perturbação de stresse pós-traumático e outras condições. Então, tome cuidado!

Além disso, é importante que você confie em seu terapeuta e sinta que ele está do seu lado. Se você se sentir desconfortável ou não notar nenhuma melhora, você pode mudar de terapeuta. Simples.

20 dicas para conseguir CONTROLAR uma crise de ANSIEDADE

Como é o tratamento com a Terapia Cognitivo-Comportamental?

O tratamento da depressão com Terapia Cognitivo-Comportamental geralmente dura de dez a vinte sessões. 

A verdade é que algumas pessoas vão apenas algumas vezes para essas sessões, enquanto outras podem fazer terapia por mais de um ano. 

Se o seu terapeuta pode dar-lhe tarefas para fazer sozinho, faça. Muitas vezes quando você é bem-sucedido nessas tarefas o seu processo de tratamento vai melhorando.

Terapia-Cognitivo-Comportamental

Por isso, antes que o seu tratamento contra a depressão com a Terapia Cognitivo-Comportamental termine, o seu terapeuta mostrará para você algumas habilidades para evitar que sua depressão volte. 

Se isso acontecer com você durante o seu tratamento contra a depressão, é uma boa ideia retomar a terapia. Além do mais, você também pode fazer isso a qualquer momento que se sentir mal ou precisar resolver um problema difícil.

20 estratégias que farão seu cérebro aprender a lidar com a DEPRESSÃO

Portanto, comece a trabalhar apenas com psicoterapeutas treinados

Os seus cargos podem diferir, dependendo de sua função e de sua formação. Levando em conta essas informações, a maioria dos profissionais da saúde possui mestrado ou doutorado com formação específica em aconselhamento psicológico. 

Os psiquiatras, por exemplo, são médicos que podem prescrever medicamentos e oferecer psicoterapia. O que você deve entender é que você pode sim tratar a sua depressão com a Terapia Cognitivo-Comportamental.

Você gostou de saber mais sobre como a Terapia Cognitivo-Comportamental pode tratar a depressão? Então não perca mais tempo e compartilhe com os seus amigos e familiares.