homem-com-paralisia-cerebral-escolhe-dançar
Uma história sem limites!

Este homem provou que a paralisia cerebral não iria parar seus sonhos

Jerron não aceitou um não como resposta e decidiu inspirar a vida de muitas outras pessoas a fazerem o mesmo!

publicidade

Existem algumas pessoas que levam as suas vontades de conquistar um mundo bem a sério. E este rapaz, decidiu provar para si e para o mundo, que nem mesmo seu diagnóstico poderia pará-lo.

Jerron Herman é o nome do homem que não aceitou ser diagnosticado com paralisia cerebral depois de ter recebido a notícia de seus médicos que teria que precisar de ajuda para fazer tudo, esse rapaz não aceitou deixar de ser independente.

Esclarecendo tudo ou o que estava acontecendo, chegaram a lhe informar que um distúrbio lhe causaria fracas respostas musculares. Sendo assim, Jerron não iria conseguir nem ao menos vestir suas roupas sozinho e precisaria de muito suporte para fazer mais.

publicidade
jerron-herman
(Reprodução: Instagram)

“Quando os médicos me diagnosticaram, disseram que eu não seria capaz de me vestir ou me alimentar, que precisaria de assistência para praticamente tudo o que fiz”, disse o rapaz que não aceitou um bloqueio em seus sonhos.

Trabalhando com um dançarino profissional em Nova York, decidiu que as respostas dos seus exames não seria aceita por ele, e que continuaria conquistando o mundo com seus passos de dança e sonhando a medida máxima possível.

“A dança me aliviou de um estereótipo colocado sobre as pessoas com deficiência”, conta Jerron. Ao deixar essa busca de uma solução para sua paralisia cerebral, decidiu reverter o seu quadro e criar várias inspirações artísticas, para todos aqueles que decidiram testar os seus limites e não aceitaram não como resposta.

publicidade

Trabalhando com a Heidi Latsky Dance, o dançarino ganhou o seu espaço para transformar tudo que define como beleza e mostrar a importância da expressão artística de cada um.

E desde então, vem transformando o mundo e milhares de corações que já chegaram a se sentir aflitos, como um dia ele sentiu. Arte que se inspira a fazer, é usada sempre para inspirar mais alegria na vida daqueles que um dia se sentiram limitados.

Fonte: Inpire More

COMENTÁRIOS | Deixe sua opinião!

comments