Filha de produtores de banana passa em medicina na federal

Dedicação e planejamento é tudo!

Filha de produtores de banana passa em medicina na federal
Filha de produtores de banana passa em medicina na federal

E quem disse que só o estado de Santa Catarina está em festa? Nós também! A aprovação de Noemi Röder na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no Rio Grande do Sul, também é nossa alegria!

A jovem caloura em medicina que é filha de produtores de bananas e sempre estudo em escola pública, é de Garuva, uma cidadezinha que fica em Santa Catarina.

Noemi revesava o tempo que tinha entre o trabalho em uma padaria, participar da limpeza do galpão em que as bananas ficavam com sua mãe e o momento de estudos para o vestibular.

Sem muito tempo sobrando, era apenas durante a madrugada que mais lhe sobrava tempo, já que também precisava ajudar os irmãos mais novos com seus deveres. 

Filha de produtores de banana passa em medicina na federal

Assim como muitos estudante, também chegava a pensar: “Quanto mais eu estudava, mais eu percebia como estava atrasada, mais eu via que não sabia nada. Então, eu continuo estudando todos os dias”.

Começando as aulas na universidade já nesse mês, tinha parado até de usar as redes sociais para lhe poupar tempo. Mas voltou com uma grande frase de gratidão:

“Aprovada em medicina na federal. Agradeço a todos que acreditaram, torceram e oraram. A escola pública venceu”, escreveu ela.

Filha de produtores de banana passa em medicina na federal

Restrita de recursos para estudar

Quando a pandemia veio, precisando estudar em casa, o que não faltou foram esforços extra para buscar outros meios de compensar a falta que as aulas presenciais estariam lhe causando.

“Eu comecei a procurar por vídeos de aulas aleatórias para não ficar sem estudar naqueles primeiros dias, e apareceu a propaganda de um cursinho pré-vestibular online que tinha mensalidades baratas.”

“Assinei na hora. Cinco a seis aulas para fazer por dia, mas eu comecei com uma a duas aulas e fui ficando atrasada. Decidi que teria que acordar às 5 horas da manhã para dar conta de começar a estudar antes de ir trabalhar”, conclui ela.

Ainda na metade do ano passado, um ciclone bomba também chegou a atingir sua cidade. E durante dias, o desastre que matou dezenas de pessoas também deixou muita gente com recursos escassos.

Filha de produtores de banana passa em medicina na federal

E isso lhe preocupou ainda mais: “Talvez para outras pessoas, nove dias sem internet não signifique muito. Mas imagina você saber que já está atrasada em relação ao conteúdo e não poder estudar? São 100 horas a menos de estudo”.

Uma nova etapa de estudos!

Esse era o foco de Noemi: estudar muito! Quando conta que chegou a estudar mai de 15 horas em alguns dias, chega a revelar que entende que a etapa de estudos apenas começou. Planejamento para ela é tudo!

Com muitos contratempos, serviços e afazeres, Noemi é um grande exemplo de que a dedicação faz impactos. Hoje, matriculada no curso de medicina, a jovem também foi aprovada no concurso para auxiliar administrativo na Secretaria de Saúde de Garuva.

E claro, não poderíamos ficar sem lhe dar os parabéns por ser uma jovem tão esforçada. Isso inspira!

Fonte: G1 

publicidade