Fotógrafa faz ensaio com gatinhos cegos para ajudá-los a serem adotados

Existe beleza em gatos cegos. Veja!

publicidade

Casey é uma fotógrafa de gatos de Los Angeles e usa suas fotos – que são incríveis – para ajudar os bichanos a serem adotados.

A fotógrafa é a profissional oficial de vários abrigos e grupos de resgate de animais, incluindo o Milo’s Sanctuary, que é um abrigo para gatinhos portadores de necessidades especiais.

Casey percebeu um aumento no número de gatos adultos e filhotes cegos nos abrigos e grupos em que presta serviço voluntário.

publicidade

A fotógrafa, entretanto, recebeu isso como um sinal e decidiu fazer um ensaio especial com estes bichinhos.

Gatinhos cegos

Ela, então, entrou em contato com a fundadora do Milo’s Sanctuary, onde conheceu Regis, um gatinho cego, em abril deste ano. Para sua felicidade, tanto a fundadora quanto Regis toparam a ideia do ensaio na hora.

Copper (Cobre) foi resgatado ainda filhote, andando por aí cego, com fome e com muito medo

Copper foi resgatado ainda filhote, andando por aí cego, com fome e com muito medo.

publicidade

Ajudando o santuário

Pixie Pawspouncer foi jogada nas ruas cega e prenhe. Milo’s salvou a ela e seus filhotes.

Pixie Pawspouncer foi jogada nas ruas cega e prenhe. Milo’s salvou a ela e seus filhotes.

O abrigo é uma ONG fundada com base na crença de que todos os gatos merecem uma segunda chance na vida, principalmente aqueles com incapacidades físicas, como os gatos idosos, os que são portadores de doenças terminais, ou sofreram abuso e precisam de um lar amoroso e donos que os compreendam e os ame.

Todos os gatos no Milo’s recebem cuidados médicos e tudo que precisam para terem a melhor qualidade de vida possível.

A ONG depende exclusivamente de doações para continuar sua missão de ajudar gatos adultos e filhotes portadores de necessidades especiais que, de outra maneira, acabariam abandonados.

publicidade

Mesmo doações de 1 dólar fazem a diferença para a instituição e todo centavo doado vai diretamente para cuidar dos bichinhos. A ONG é mantida exclusivamente pela boa vontade de voluntários e ninguém recebe qualquer tipo de remuneração.

Veja abaixo os gatinhos fofos que esperam pela adoção:

Sir Thomas Trueheart ficou assim depois de ter sido ferido (propositalmente) com ácido. Ele está se recuperando muito bem

Sir Thomas Trueheart ficou assim depois de ter sido ferido (propositalmente) com ácido. Ele está se recuperando muito bem.

Daisy pertencia a uma acumuladora que tinha 200 gatos e 100 cachorros!

Daisy pertencia a uma acumuladora que tinha 200 gatos e 100 cachorros!

Phoenix Flamepaws foi resgatado das ruas de Los Angeles cego e doente.

Phoenix Flamepaws foi resgatado das ruas de Los Angeles cego e doente.

Regis foi resgatado de um matadouro em Los Angeles, depois que seu dono faleceu. Ele teve glaucoma e seus olhos tiveram que ser removidos.

Regis foi resgatado de um matadouro em Los Angeles, depois que seu dono faleceu. Ele teve glaucoma e seus olhos tiveram que ser removidos.

Oliver foi resgatado durante as festas de final de ano antes de ser morto. Ele também veio de um acumulador.

Oliver foi resgatado durante as festas de final de ano antes de ser morto. Ele também veio de um acumulador.

Charlie foi resgatado ainda filhote de um matadouro em Los Angeles.

Charlie foi resgatado ainda filhote de um matadouro em Los Angeles.

Beatrice Bumblekit veio do Cairo, Egito.

Beatrice Bumblekit veio do Cairo, Egito.

Thistle Morningsong foi resgatado no último minuto de um matadouro em Los Angeles.

Thistle Morningsong foi resgatado no último minuto de um matadouro em Los Angeles.

Ember Darkmoon foi levado ao Milo’s depois que um resgatador não conseguiu encontrar um lar para ele.

Ember Darkmoon foi levado ao Milo’s depois que um resgatador não conseguiu encontrar um lar para ele.

Ivy foi resgatada de um abrigo local que pediu ao Milo’s para aceitar a gatinha.

Ivy foi resgatada de um abrigo local que pediu ao Milo’s para aceitar a gatinha.

O Instagram de Casey está cheio de coisinhas fofas como estas.

Fonte: boredpanda.com.

ONG Adote um Gatinho

Aqui no Brasil também é fácil encontrar entidades sérias com voluntários que realmente amam os bichinhos. A ONG Adote um Gatinho é uma delas.

Eles também têm gatinhos portadores de necessidades especiais e, quem não puder adotar, pode contribuir apadrinhando um dos bichanos.

Clique aqui e conheça a organização.

Gostou dessa história? Ajude-nos a encontrar um lar para esses e outros gatinhos: compartilhe!