Garoto de 8 cria 'Barraca da Solidariedade' para ajudar famílias desabrigadas por causa de enchente
Garoto de 8 cria 'Barraca da Solidariedade' para ajudar famílias desabrigadas por causa de enchente

Garoto de 8 cria ‘Barraca da Solidariedade’ para ajudar famílias desabrigadas por causa de enchente

Generosidade gerando mais generosidade!

publicidade

Quando chegamos a conhecer crianças que dão um exemplo de solidariedade para o mundo inteiro, nos enche de alegria ao reconhecer que esse ato é passado desde os primeiros anos. 

A história de Enzo Romitti, de apenas 8 anos, chega a nos comover com tamanha generosidade que teve, em prol de pessoas que nem mesmo conhecia. No começo do mês de julho, o Rio Taquari chegou a atingir moradores do segundo distrito de Vila Mariante, no interior de Venâncio Aires, Rio Grande do Sul.

A força da água chegou a destruir moradias e pontos comerciais de pelo menos nove localidades próximas da região. Por ficarem desabrigadas, essas famílias passaram a ser removidas do local e encaminhadas para abrigos temporários.

publicidade

Recebendo notícias e acompanhando o verdadeiro medo que essas pessoas chegaram a passar, Enzo se colocou no lugar delas e decidiu que precisava fazer alguma coisa para ajudá-las.

De primeira, teve a ideia de criar uma barraca que pudesse vender alguns sanduíches e chocolates quente. Com o dinheiro que passasse a receber pelas vendas, estaria encaminhando-os como forma de doação, para ser usado em prol dessas famílias desabrigadas.

Ao conversar com sua mãe Fernanda Romitti, de 37 anos, e o seu pai Márcio Romitti, de 39, chegaram a discutir sobre a dificuldade seria de fazer essas vendas. Então, decidiu que criaria um local onde as pessoas pudessem passar e deixar suas doações destinadas às vítimas da enchente

E ele pensou em tudo! Criou a Barraca da Solidariedade, pensou em toda publicidade que poderia fazer nas redes sociais e anunciou o dia e horário que estaria recebendo donativos. Montando uma barraca bem decorada, aquele local passou a chamar a atenção dos moradores e de quem passava pela Rua Osvaldo Aranha.

publicidade

Em pouco tempo, mais de 40 famílias chegaram a compartilhar a generosidade de Enzo e fizeram as suas doações. Pensando em compensar essas pessoas dispostas a fazer a diferença, o garoto chegou a criar um pacotinho de biscoitos acompanhados por uma mensagem feita por ele, como forma de gratidão a todos que se dispuseram.

Enzo chegou a ter um grande número de doações. Além dos alimentos não perecíveis, utensílios domésticos, materiais de higiene e limpeza, conseguiu juntar também vários cobertores e roupas para serem distribuídas. Com o coração cheio de amor, sua mãe chegou a contar que:

“Tudo partiu dele, da vontade de ajudar as pessoas de alguma forma. Até mesmo os detalhes no bilhetinho do mimo que ele dava para as pessoas que vinham entregar as doações, foram pensados pelo Enzo.”

No dia seguinte, a família chegou a conversar com ruma senhora da ONG Esperançar e repassou todos os materiais que conseguiram para as doações. E logo em seguida, estiveram repassando essa grande generosidade do Enzo em forma de doações, para as famílias que estavam precisando.

publicidade

Fonte: Giro do Vale