Desconhecidos recepcionam garoto que teve rosto queimado em ataque de bullying

Caso aconteceu nos Estados Unidos

Dominick Krankall, de 6 anos, passou por algo que criança nenhuma deveria passar na vida. Foi vítima do ataque de um valentão que encheu uma bola de tênis com gasolina, ateou fogo e a jogou em seu rosto.

O resultado foram queimaduras graves e muitos dias de sofrimento no hospital. Felizmente, Dominick teve alta e agora vai continuar sua recuperação em casa!

Tudo aconteceu em uma tarde de domingo. O garoto estava brincando no quintal da casa da sua família, em Connecticut, nos Estados Unidos. Foi, então, que um valentão, acompanhando de um grupo de crianças, o atraiu para a esquina e fez o ataque.

Te interessa?

Dominick Krankall recebendo alta do hospital (imagem: Plu7)

“Em questão de segundos, ele voltou gritando, dizendo: ‘Mamãe, eles me incendiaram”, disse a irmã do garoto, Kayla Deegan, à NBC New York. O autor do ataque foi um vizinho de 8 anos que entrou em um galpão e conseguiu gasolina e isqueiros.  “O que ele fez foi jogar gasolina em uma bola de tênis, pegou um isqueiro, acendeu e jogou bem na cara do meu irmão – e depois fugiu dele e o viu queimar”, disse ela.

Você consegue imaginar a dor e o desespero de Dominick ao ser atacado?

Com certeza, é um episódio traumático em sua vida. Ele foi levado para a unidade de queimados do Hospital Bridgeport onde passou por cuidados com os médicos. Se, para um adulto ja seria difícil o suficiente lidar com tudo isso, imagina para uma criança.

Felizmente, o tratamento foi bem-sucedido e Dominick recebeu alta do hospital, sendo recebido do lado de fora por policiais e por desconhecidos que se mobilizaram com sua situação. Ele era só sorriso de orelha a orelha na hora de ir para casa, usando uma máscara de gaze. “Estamos muito gratos por ter nosso Dom de volta. Ele está recebendo uma enfermeira visitante para ajudar em sua recuperação. Ele recebeu uma carona super especial de um policial estadual incrível!!!”, disse a irmã, segundo o site Plu 7.

Suas queimaduras foram de segundo e terceiro grau (imagem: NY Post)

O que fazer em situações de queimaduras?

Nosso desejo é para que Dominick tenha uma rápida recuperação e que situações tristes como essa não se repitam com outras crianças. Afinal, a infância é uma fase para brincar, crescer, aprender, se desenvolver com respeito e segurança.

É muito importante saber o que fazer em situações de queimaduras– que a gente deseja que nunca aconteça, mas que é bom saber como se proteger caso ocorra. A maioria delas pode ser tratada em casa mesmo, desde que seja leve, aquelas que afetam apenas a primeira camada da pele, causando vermelhidão e desconforto.

Já em queimaduras de terceiro grau, que são consideradas as mais graves, é indispensável chamar imediatamente uma ambulância ou buscar a emergência na mesma hora. Nesse caso, as camadas mais profundas da pele são afetadas, podendo causar danos em músculos, nervos e vasos sanguíneos.

Fonte: NBC News e Plu 7

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar