Gatinho passa a morar em sala de aula e aumenta motivação de alunos

Nada como um lindo gatinho para melhorar a vida acadêmica das crianças.

publicidade

Ninguém sabe como ele apareceu, mas todos já amam o gatinho laranja batizado de Tombi.

Aliás, o gatinho já decidiu que essa sala de aula é sua nova casa!

Tombi

publicidade

No mês passado, Tombi apareceu na sala de aula da escola pública de ensino fundamental da cidade de Izmir, na Turquia.

Diferentemente de muitos gatos de rua, que são ariscos, Tombi foi amável e extrovertido, caminhando até as crianças e pedindo carinho.

Tombi

Depois de duas semanas passeando pelo jardim da escola, Tombi decidiu que queria aprender e escolheu a sala do terceiro ano para isso.

publicidade

A professora Özlem Pınar Ivaşcu contou: “ele entrou na sala e as crianças adoraram.”

E, assim, Tombi escolheu sua nova casa.

Tombi

Ter um gato perambulando pela sala de aula pode parecer uma baita distração para as crianças, mas a professora percebeu que o efeito foi o oposto do esperado.

A curiosidade divertida do gato fez com que as crianças ficassem mais motivadas a ir à aula.

publicidade

Tombi

As crianças costumavam a bagunçar entra as lições, mas agora, com o gato, começaram a ficar mais focadas.

Até o sinal de entrada soa melhor, graças a Tombi.

Tombi

“As crianças chegam no horário para a aula e cuidam de Tombi. Tem sido ótimo para elas”, comenta Özlem.

E tem sido ótimo para Tombi também.

Além de um lugar seguro para ficar, comida e água fresca, o gatinho tem dúzias de amigos cuidando dele.

Tombi

A professora levou o gatinho ao veterinário para se certificar que ele está saudável e vacinado.

Embora tudo esteja indo bem, um problema ameaçou acabar com a diversão de todos.

Depois de saber que um gato de rua estava na sala, os pais de um aluno fez uma reclamação com a escola, alertando sobre os problemas de saúde.

Tombi

Os administradores disseram à professora que o gatinho teria que partir.

Todos ficaram devastados com a notícia.

“Encontramos um lar para Tombi e ele ficou lá durante 3 dias, mas estava infeliz. Ele até parou de comer”, disse a professora.

Tombi

“Então eu o levei para minha casa, mas ele também não estava feliz.”

As crianças escreveram cartas ao gato para anima-lo. Mas não adiantou.

Tombi

A professora levou o caso para as redes sociais e a história se espalhou rapidamente.

“A história ganhou apoio de todas as emissoras de TV locais. Muitas pessoas, incluindo meu gerente e o diretor de educação em Izmir.”

Os pais que haviam reclamado mudaram de ideia e pediram que gato voltasse. E, assim, Tombi foi autorizado a retornar à sala de aula.

Tombi

“As crianças ficaram muito felizes. Tombi também”, comentou a professora.

O bem-estar desse gatinho pode não ter relevância para muitas pessoas, mas, para os 33 alunos do 3º ano, Tombi é muito querido.

Desde que a história viralizou, uma empresa tem pedido às outras escolas que também adotem um gatinho.

Qual sua opinião sobre o assunto? Você acha que um animal pode melhorar o aprendizado das crianças?

Deixe seus comentários e compartilhe essa história com seus amigos.

Fonte: thedodo.com