Os gatos REALMENTE se apegam aos donos? Pesquisa afirma que...
Os gatos REALMENTE se apegam aos donos? Pesquisa afirma que...

Os gatos realmente se apegam aos donos? Pesquisa afirma que…

Saiba se seu gato realmente gosta de você, observando apenas o comportamento dele!

publicidade

Você sabia que os gatos são tão apegados aos seus donos quanto os cachorros? Pois é, e a ciência explica isso! 

Segundo pesquisadores da Universidade do Estado do Oregon nos Estados Unidos, o vínculo é bem similar ao que bebês sentem por seus pais.

Todos os donos de gatos sabem que eles são independentes, pois eles limpam-se sozinhos, não pedem por atenção toda as horas e mantêm aquele temperamento indiferente boa parte do tempo.

publicidade

Isso faz parecer que os gatos são mais indiferentes aos seus donos que os cachorros. Porém, como todos os donos de gatos também sabem, a verdade é que eles são incompreendidos.

Quem é mais apegado ao seu dono: gato ou cachorro?

A pesquisa da Universidade do Estado do Oregon nos Estados Unidos mostra que os gatos desenvolvem um apego emocional muito maior com seu dono, tão forte quanto o desenvolvido por um cachorro ou mesmo por uma criança.

Os autores da pesquisa escreveram no estudo, publicado no periódico Current Biology, que os estudos científicos costumam subestimar a importância das relações sociais na vida dos felinos.

afeto-gatos

publicidade

Por isso, para analisar essas relações, os pesquisadores resolveram investigar o nível de apego que os gatos têm com os seus donos.

No estudo, os cientistas fizeram com os gatos um teste que geralmente aplicado em bebês e cachorros. 

A experiência foi dividido em três partes: na primeiro, o gato passou dois minutos em uma sala junto com o seu cuidador. Na segunda parte, o gato ficou dois minutos sozinho nessa mesma sala e, na terceira, o dono do gato retornou para mais dois minutos com o felino.

Nas duas primeiras partes do teste, boa parte dos gatos teve as mesmas reações, pois eles ficaram com seus donos durante os primeiros dois minutos, e demonstraram certa estranheza ou curiosidade sobre o lugar nos minutos em que eles estavam sozinhos.

Já terceira parte foi a que realmente mostrou resultados para os pesquisadores, pois os gatos reagiram de três formas. Vários gatos cumprimentaram os seus donos e seguiram explorando o ambiente tranquilamente do que antes. Os gatos mais inseguros deixaram o lugar e ficaram agarrados aos donos, já outros evitaram o dono quando retornava.

afeto-gatos

publicidade

A maioria dos gatos estava no primeiro grupo, o que demonstrou menos estresse a presença do criador. É a mesma proporção que se encontra quando a pesquisa é aplicada a cachorros e bebês. Ou seja, dá para concluir que, sim, os gatos são tão apegados aos seus donos humanos quanto cães e crianças pequenas.

Como saber quando o gato gosta de mim?

Existem vários sinais que mostram que um gato gosta de você, como amassar, ronronar, lamber ou até mesmo dormir com você são algumas delas.

Além disso, até as mordidas suaves podem ser uma forma de expressar afeto, embora para nós pareça desagradável.

Por isso, para que você saiba se é a pessoa favorita do seu gato, você deve analisar a sua relação com ele e a que mantém com as outras pessoas. Com isso, você saberá se as demonstrações de afeto e as chamadas de atenção são para você ou para qualquer pessoa que conviva com ele.

Mas, lembre-se, mesmo que você não seja a pessoa favorita, ou ele não tenha nenhum, isso não significa que ele não gosta de você.

Portanto, quando um gato escolhe você, obviamente os pequenos sinais de afeto de um gato indicam que ele prefere você. Assim, quando um gato faz sua escolha, ele começa a fomentar um vínculo mais próximo. 

afeto-gatos

Como os gatos demonstram afeto pelo seu dono?

Os gatos são muito inteligentes e sabem demonstrar o seu afeto de diversas formas. Com o corpo ou com atitudes, eles darão um jeito de mostrar para o seu dono o quanto ama.

Veja a seguir algumas formas de como um gato pode demonstrar carinho e afeto pelo seu dono. Confira!

  • Quando o gato está ronronando;
  • Quando o gato dar muitas lambidas e mordidas;
  • Quando ele fica de barriga para cima;
  • Quando ele fica passeando pelas pernas;
  • Quando o gato fica batendo a cabeça dele na sua;
  • Quando ele também faz carinho em você;
  • Quando o gato sempre traz algum “presente” para você;
  • Quando ele dorme do seu lado e passa a noite toda junto;
  • Quando o gato acompanha você pela casa.

Viu? O seu gato faz algumas dessas coisas? Se sim, parabéns, o seu gato te ama! Agora é prestar atenção e não ignorar os carinhos do seu felino. 

afeto-gatos

Por que os gatos preferem algumas pessoas e outras não?

Os filhotes de gatos, especialmente aqueles que encontram-se em pleno processo de socialização, ainda não têm a sensação de medo, o que permite para eles socializar com todo o tipo de pessoas e animais.

Se com esse fato resumimos que a perda da figura materna e a separação dos irmãos, é muito provável que o gatino procure uma nova figura de apoio no seu novo lar.

As interações que tenha os gatinhos novinhos durante o processo de socialização e adaptação também explicam este comportamento seletivo.

Os gatos que foram manipulados por várias pessoas desconhecidas têm menos medo, mas também têm uma grande tendência a sofrer de estresses e a mostrar poucos comportamentos sociais, como também a falta de conduta de brincar.

Portando, os gatos que interagiram com uma pessoa ou poucas pessoas no seu processo de crescimento, eles têm a tendência de serem mais assustados, mas com um comportamento social mais positivo com quem conhecem, como também ter um comportamento de brincadeiras frequentes.

afeto-gatos

Por isso, é muito importante ressaltar que a qualidade de vida e a conduta do seu gato estão influenciando diretamente pelas características do dono, como o sexo, a idade e os cuidados oferecidos.

Não é de estranhar que os donos que dedicam mais tempo a um gato, sejam os candidatos ideias para ser a referência de apoio para o gato.

Agora que você já sabe como identificar quando um gato gosta de você ou não, comece a analisar o comportamento desses bichinhos e seja feliz com o carinho mútuo que eles podem oferecer.

Gostou de saber mais sobre os gatos? Então deixe nos comentários a sua opinião sobre gatos, ficaremos felizes em saber a sua opinião.