Dentistas estão convencendo pais a guardarem os dentes de leite dos filhos

Você sabia que os dentes de leite podem salvar a vida do seu filho?

publicidade

Era meu aniversário de seis anos e eu saboreava uma azeitona quando mordi o caroço e lá se foi meu primeiro dente de leite.

Ai!

Diferentemente de muitas culturas espalhadas pelo mundo afora (inclusive aqui no Brasil), minha mãe não me pediu para colocá-lo embaixo do travesseiro, muito menos o trocou por R$1.

publicidade

Há os pais que preferem transformar os dentinhos em pingente, mas minha mãe e eu preferimos jogá-lo em cima do telhado.

Wikimedia Commons

Foto: Wikimedia Commons.

Fada do Dente, sorte, dinheiro, superstição: muitas são as razões que levam os pais a guardarem os dentes de seus filhos, mas o avanço da medicina por meio da tecnologia trouxe mais um motivo para fazê-lo.

publicidade

Um dente que pode salvar a vida de crianças!

Flickr_Amber Strocel

Foto: Flickr Amber Strocel.

Um estudo realizado em 2003 mostrou que os dentes de leite são uma rica fonte de células-tronco, em forma de protocélulas que podem ser cultivadas em vários tipos de células – como as do coração ou do cérebro, por exemplo -, se necessário.

Isso significa que se uma criança precisar de tecido de substituição por qualquer motivo (num futuro próximo ou longínquo), as células-tronco de seus dentes de leite podem ser usadas! :-O

Flickr_RossGriff

publicidade

Foto: Flickr Ross Griff.

Porém, atenção: o dente precisa ser armazenado fresco e mantido em condições muito específicas para que o procedimento seja bem sucedido.

E é aí que entra a tecnologia nos surpreendendo mais uma vez…

Como isso funciona?

Enquanto as pesquisas avançam no universo científico, o sistema capitalista não perde tempo e cria logo inovações que beneficiem tanto o mercado quanto os consumidores.

Flickr_Ray Bouknight

Foto: Ray Bouknight.

Diante disso, empresas como a Store-A-Tooth, de Massachusetts, nos Estados Unidos, criou um sistema de armazenagem dos dentes que consiste num processo de preservação deles em um cofre com nitrogênio líquido.

Antes de congelá-los, as células-mães são extraídas da polpa dentária e contadas. Em parceria com dentistas, a empresa garante que qualquer situação em que a criança precise de reposição celular, as células estarão disponíveis.

Mais do que um privilégio, uma esperança!

Flickr_Jinx!

Foto: Flickr Jinx!

Infelizmente, a tecnologia atualmente só está disponível para quem pode pagá-la.

No entanto, o intuito das pesquisas é sempre o de buscar respostas e fazer novas perguntas em prol da sociedade.

Por isso, fica no coração a esperança de que um dia essa tecnologia inovadora beneficie não apenas poucas e privilegiadas crianças, mas também aquelas que não podem pagar por uma possível “salvação de suas vidas”.

Fonte: littlethings.com.

E você, conhece alguma empresa brasileira que também já entrou na onda? Compartilhe com a gente!