in ,

Fotos de crianças albinas chamam atenção para preconceito na Tanzânia

A premiada fotógrafa holandesa Marinka Masséus criou uma série de fotos chamada “Under the Same Sun” (Sob o mesmo Sol, em tradução livre) para conscientizar as pessoas sobre as horríveis condições das pessoas com albinismo na Tanzânia.

O objetivo da fotógrafa é mostrar a beleza dessas pessoas e compartilhar uma mensagem de aceitação e inclusão.

Duas crianças juntas olhando para cima, uma albina a outra não

Pessoas albinas são vistas como demoníacas na Tanzânia e até mesmo há um prêmio pela cabeça de crianças albinas, pois acredita-se que matar um albino traz boa sorte.

Os medos e superstições que cercam o albinismo são muito intensos na sociedade tanzaniana. Tão intenso que muitas mulheres que dão luz a uma criança com albinismo são aconselhadas a matar o bebê.

Quando a mãe se nega a cometer tal ato, ela e o bebê se tornam marginalizados na sociedade.

Duas crianças albinas sentadas lado a lado

Os direitos humanos mais fundamentais são negados às crianças albinas. Elas são desprezadas e ensinadas que são más e que sua existência é uma maldição.

Elas vivem constantemente com medo de sofrerem algum tipo de ataque brutal.

Várias crianças deitadas se abraçando, algumas albinas, outras não

Rejeitados pela sociedade e abandonados pela família, muitas crianças albinas vivem em campos, separados da sociedade, onde são muitas vezes maltratados e inferiorizados.

Isso não é tudo!

Além dos problemas causados pelas superstições tanzanianas, os albinos ainda sofrem de outro problema:

Sua pele e olhos não possuem pigmentação, o que significa que eles não tem proteção natural alguma contra o forte sol africano.

Isso resulta em graves queimaduras que, com o tempo, se tornam manchas marrons (geralmente no rosto) e câncer de pele.

Redação

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se as fotos dessa mãe não fizerem você cuidar da sua pele, nada mais irá

22 fatos interessantes que mudarão a forma como você vê Game of Thrones