in , ,

Os melhores (e mais doloridos) ensinamentos que 2017 me trouxe

Mudanças profundas: essa é a sensação que fica, para mim, deste ano do qual nos despedimos recentemente.

2017 deu uma surra de aprendizados incômodos que modificaram, de alguma forma, desde os sentidos mais sutis até os mais grosseiros dos indivíduos e das sociedades.

O Brasil continua caminhando numa corda bamba entre drama e comédia, e todos nós procuramos nos equilibrar e sobreviver – com comida, diversão e arte.

Apesar das perdas significativas, é preciso nos redescobrir para seguir em frente. Por isso, neste início de 2018, divido algumas reflexões que 2017 me proporcionou:

#1 A coragem é intransferível

Os melhores ensinamentos que 2017 me deu (10)

Não importa o quanto você queira que o outro tome impulso para dar um passo que você sabe ser significativo na vida dele, a decisão precisa partir da pessoa. Isso vale tanto para os conselhos que não nos são pedidos quanto para os ‘empurrões’ que damos.

É certo que, na maioria das vezes, a pessoa a quem damos esse tipo de ajuda se sente verdadeiramente grata pelo nosso encorajamento, porém, isso infla nossos egos; enquanto, para o outro, fica uma sutil sensação de dependência.

No final das contas, nós saímos como ‘heróis encorajadores’ enquanto o outro continua inseguro.

Precisamos aprender a discernir entre inspirar o outro por meio das nossas ações ao mesmo tempo em que permitimos o seu crescimento autônomo.

Afinal, nós encorajamos o outro porque realmente queremos que ele seja melhor e independente ou porque queremos vestir os louros de uma vitória que não é nossa?

Letícia Flores

Written by Letícia Flores

Letícia, do latim "alegria". Redatora, professora e inventadora. Escreve e dá aulas de italiano por paixão; produz conteúdo por profissão. Que sorte a desta menina, não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este curta-metragem mostra como a sociedade mata a nossa criatividade

Casal de meninas planeja exatamente o mesmo pedido de casamento