in , ,

Fotógrafo revela a Coréia do Norte que Kim Jong-un não quer que o mundo veja

Desde o ano passado a relação do ditador norte-coreano com o resto do mundo está cada vez mais tensa.

Kim Jong Un brada nos microfones da imprensa daquele país o poder que supostamente tem ao seu alcance, deixando a vizinha Coreia do Sul, o Japão, os Estados Unidos e, francamente, todos nós, temerosos.

O fotógrafo Eric Lafforgue é um dos poucos que teve a oportunidade de registrar a realidade nua e crua da Coreia do Norte.

“Desde 2008, estive seis vezes na Coreia do Norte”, afirma. “Graças à tecnologia, consegui salvar fotos que fui proibido de tirar ou que me pediram para deletar.”

A missão do fotógrafo não era registrar os passeios turísticos que são só fachada para uma realidade bem mais assustadora.

Ele queria mais; Eric conseguiu ver um pouco da terra e das pessoas que não estão completamente sob o controle do ditador.

“Fui tratado como qualquer outro turista”, Eric contou. “Não me permitiram tirar fotos da polícia, do exército, etc. Mas, com uma lente com zoom de 300mm e um assento no fundo de um ônibus tirei várias.”

O fotógrafo captou momentos dos habitantes e dos oficiais do governo em suas atividades diárias.

Depois de sua última viagem ao país, em 2012, o governo norte-coreano descobriu que Eric estava compartilhando fotos proibidas online.

Eles exigiram que o fotógrafo as retirasse do ar, mas ele não aceitou, pois, como afirmou, registrou o lado bom e o ruim do país, como faz nos outros países que visita.

Avatar

Written by Luciana Caczan

Neta da Palmirinha e Mulher Maravilha no horário comercial. Mãe, esposa, jornalista, repórter e produtora nas horas vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fotógrafo registra aves e só depois percebe o que capturou

20 vezes em que os avós deixaram a vida mais interessante (e engraçada)