in ,

Cirurgiã devolve prazer a mulheres que sofreram mutilação genital

A ginecologista Marci Bowers, que tem uma clínica na Califórnia, conheceu de perto a violência e o preconceito contra o corpo de mulheres na África e no Oriente Médio.

Por causa dessa experiência impactante, a médica tem se dedicado a devolver o prazer sexual reconstituindo clitóris em mulheres que foram mutiladas.

A Dra. Marci foi pioneira neste tipo de cirurgia, realizando a primeira nos Estados Unidos em 2009.

O mais bacana é que a médica não cobra pelos seus serviços!

No entanto, a mulher que deseja a reconstrução precisa se deslocar até a área da Baía de São Francisco e pagar pelo aluguel da sala de cirurgia.

Até o momento, a cirurgia, que dura apenas 45 minutos, já ajudou mais de 300 mulheres.

mutilação de clitóris

Devolvendo o prazer a mulheres do mundo todo

Em maio deste ano, e após se preparar por dois anos, a ginecologista levou sua técnica ao Quênia.

Lá, operou 45 mulheres em duas semanas, contando com o apoio de equipes médicas locais e três cirurgiões treinados por ela.

A fila de espera para a realização da cirurgia logo se formou…

Marci conta que mulheres de países vizinhos foram até ela para conseguirem a totalidade de seus corpos de volta.

“Elas sentem falta de uma parte do corpo”, explica a médica.

Violência disseminada

mutilação de clitóris

Crédito: pexels

Só no Quênia, acredita-se que cerca de um quinto das mulheres tenha sofrido a mutilação genital, prática que também é tradicional no Oriente Médio.

Na Europa e nos Estados Unidos, os casos também acontecem nas comunidades de imigrantes.


Recomendamos para você:

Avatar

Written by Luciana Caczan

Neta da Palmirinha e Mulher Maravilha no horário comercial. Mãe, esposa, jornalista, repórter e produtora nas horas vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fotógrafa capta o momento exato em que homem descobre que será papai

Todo o conteúdo original da Netflix ranqueado do pior para o melhor