in

Menino aprende língua de sinais para conversar com amigo surdo

A solidariedade entre as crianças tem muito a ensinar a nós adultos.

Ross Kelly de 11 onze anos é um exemplo do quanto uma atitude singela e cheia de significado pode ajudar uma pessoa com necessidades especiais a se sentir acolhida.

Ross é estudante do sexto ano na Amaroo Primary School na cidade de Canberra, na Austrália.

Ao perceber a dificuldade do amigo Isam Gurung de se enturmar por ser tímido e ter deficiência auditiva, ele decidiu aprender a língua de sinais da Austrália, chamada Auslan, para ajudá-lo.

Isso um ano atrás, quando Isam chegou à escola pela primeira vez.

Isam e Ross, à direita.

O menino contou ao canal ABC News que seu amigo achava muito difícil se estabelecer em uma escola regular em Canberra depois de ter frequentado uma especializada em Sydney.

“Ele veio e ele foi muito, muito tímido. Ele não queria vir para a aula nos primeiros dias”, disse Ross.

De início, as coisas não foram fáceis para os dois amigos. Já que antes da língua de sinais, eles trocavam bilhetes para conversar:

Adicionar APP Awebic

“Começamos escrevendo notas um ao outro e eu decidi que não era muito eficiente, pois sempre havia um atraso”, explicou ele ao canal.

Sobre o atraso, Ross deu um exemplo: se ele escrevesse em um papel “olhe aquele pássaro lá” e quando o amigo olhava, o pássaro já havia desaparecido.

Então aprender Auslan foi a solução.

“Com um mês ou dois, eu tive o básico, graças a ajuda de Isam e intérpretes”, disse ele ao site Canberra Times. “É fácil aprender, mas você tem que aprender muitos sinais diferentes, então leva um longo tempo e eu não aprendi tudo ainda.”

Taianne Rodrigues

Written by Taianne Rodrigues

*Anne* na maioria das redes sociais, catlover, jornalista. Escrevo por paixão e por trabalho. Ah! E nas horas vagas também! Sempre tenho algo a dizer e me chamam de miss perguntinha, nem sei porque... rs. Já falei que estou escrevendo um livro? Budista: acredito na Revolução Humana (interior) e potencial humano transformador de todos nós!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 lugares para viajar pelo mundo sem ir à falência

Pela primeira vez em 100 anos, o número de tigres está crescendo