Jovem indiana sai de zona de guerra levando sua amada cadela a tiracolo

Um amor que não se mede.

Jovem indiana sai de zona de guerra levando sua amada cadela a tiracolo
Jovem indiana sai de zona de guerra levando sua amada cadela a tiracolo
publicidade

Uma jovem chamada Arya Aldrin se tornou conhecida após ser vista há alguns meses fugindo da zona de guerra na Ucrânia com sua cadela nos braços.

De acordo com a BBC, que contou a sua história, a estudante de medicina de apenas 20 anos precisou evacuar de onde morava nas pressas com sua husky siberiano a tiracolo.

Ainda em 2020, quando estava estudando na National Pirogov Memorial Medical University em Vinnytsya, recebeu um dos melhores presentes de uma amiga, a doce Zaira.

publicidade

Te interessa?

Jovem indiana sai de zona de guerra levando sua amada cadela a tiracolo
Jovem indiana sai de zona de guerra levando sua amada cadela a tiracolo (Fonte: BBC)

Quando todos os rumores sobre uma guerra começaram a se espalhar na região, Arya tinha certeza de que houvesse ou houver, jamais deixaria sua companheira de lado.

Com muito medo do que poderia acontecer, sempre tinha em mente que “Aconteça o que acontecer, não posso deixar Zaira.”

Durante uma terrível crise, ela conseguiu quase de forma milagrosa ter um passaporte para animais de estimação, todos os documentos de vacinação e um microchip. Tudo isso em apenas um dia!

publicidade
Jovem indiana sai de zona de guerra levando sua amada cadela a tiracolo

Ao lado de outros amigos, sabia que não seria nem um pouco fácil carregar a cadela no braço. “Eu sabia que ninguém mais iria amá-la e mimá-la como eu”, disse ela ao ouvir de amigos que seria melhor deixar a cadela com outras pessoas de forma temporária.

E garantiu: “Teria sido mais egoísta deixar meu cachorro para trás. Sou uma estudante de medicina – somos ensinados a salvar vidas sem discriminação. E não é como se deixá-la para trás tivesse ajudado alguém”.

Momentos de puro desespero e tristeza

Ao falar sobre como a Zaira se comportava durante toda aquela movimentação e barulheira por onde quer que fosse, Arya nos comove ao contar que ela sempre permanecia quieta.

publicidade
Jovem indiana sai de zona de guerra levando sua amada cadela a tiracolo

O medo era tão grande, que sempre estava parada e colada junto ao seu corpo. Mesmo pesando, nunca pensou em desistir: “Quando eu a peguei, ela estava descansando no meu ombro como um bebê.”

Para seu maior desespero, houve um momento em que sentia muitas dores por causa do período menstrual e de fortes cólicas. Foi quando viu a sua cadela mancar e ficar muito entristecida.

Precisando andar cerca de 20 km até a fronteira e de lá seguir para casa dos seus pais, conta que a angústia tomava seu coração durante todo percurso.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Jovem indiana sai de zona de guerra levando sua amada cadela a tiracolo

“Devo ter me equilibrado em uma perna por mais de uma hora. Fiquei ali abraçando Zaira e chorei, desejando que pudéssemos voltar para Vinnytsya, mesmo que fosse perigoso”, disse ela.

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade

Sendo acolhida quando por estrangeiros em um abrigo na Romênia, lembrou que ficou grata quando um soldado ucraniano deixou-a passar com a cadela nos braços, mesmo no meio de multidões que fugiam do país.

Após muitos dias de muito cansaço e tristeza, Arya finalmente conseguiu chegar em casa bem com sua companheira.

Estando super feliz por estar em casa, confessou em meio ao alívio: “Na verdade, estou com um pouco de ciúmes agora – Zaira parece preferir passar o tempo com minha mãe a mim”.

Veja mais ›
Fechar