Jovens se assustam com cachorro no meio do mar e fazem resgate inusitado

Cãozinho foi encontrado e devolvido aos donos com muito amor!

Jovens se assustam com cachorro no meio do mar e fazem resgate inusitado
Jovens se assustam com cachorro no meio do mar e fazem resgate inusitado
publicidade

Um grupo de jovens a bordo de uma lancha se divertia com uma bela festa, como é de direito da idade, em alto mar na costa da Flórida. Sol a pico, mar azulado, céu limpo: tudo digno de um dia de lazer.

Enquanto a festa rolava, um deles avistou um objeto no mar. O que poderia ser mais um delírio alcoólico de um dos boêmios, foi constatado como um objeto real pelos demais que colocaram a lancha na direção do objeto estranho.

Sem uma visão clara do objeto, teorias são levantadas. A mais aceita de todas é que se tratava de uma chapéu. Mas não era um chapéu comum, era um estranho e desconhecido: um chapéu em forma de cachorro.

publicidade

Te interessa?

Mas ao se aproximar do objeto, a surpresa foi geral. Era um cão! Como era possível? Ninguém imaginava! Mas havia sim um cachorro lutando para sobreviver em alto mar. Imaginar de onde o cachorro veio foi difícil no momento. Não havia hipóteses realistas.

O cão que se movimenta num misto de nado e debatidas desesperadas para sobreviver foi resgatado por um dos tripulantes que se lançou ao mar e trouxe a bordo o cão. Como aquilo era possível?

O mistério dos mares

Os gregos antigos acreditavam que Poseidon recebeu o mar como sua parcela de domínio divino. Com ele no mar habitavam outras tantas divindades como Tétis, mãe de herói Aquiles, e as sereias, donas de um canto hipnotizador. Seria o cão de alguma dessas divindades? Ou teria vindo a nado do Japão?

Cãozinho ganhou um colete salva vidas
publicidade

Nenhuma dessas possibilidades eram dignas de crédito, mas a incógnita da origem do cachorro permanecia. Uma vez a bordo, o cão se balançava com o objetivo de se secar e ao observá-lo de perto foi possível notar uma coleira.

Na coleira, como se esperava, estavam o nome do cachorro, Zuko, os dados da família do misterioso cão e a possível solução para o mistério de sua origem. Ansiosos de imediato os garotos ligaram para o contato descrito ali.

Mistério resolvido

Na ligação era perceptível a chateação e ar de choro que pairava do outro lado da linha. Em outra embarcação, os donos lamentavam a perda do cachorro. Ao que tudo indica, num solavanco natural do mar o cãozinho teria caído na água, sem que os donos percebessem.

publicidade

Por sorte a embarcação de Bryan e seus amigos estava na proximidade e prestou socorro ao cachorro.

A família do animal foi só alegria e gratidão aos jovens por terem o salvo. De imediato providenciam um colete salva vidas para ele para prevenir risco nas próximas viagens.

Dizem que o mar guarda segredos inimagináveis. O mar é uma colossal cova, ali foram guardados os mais diversos segredos, mas de lá também surgem as mais diversas surpresas: tesouros escondidos, cidades submersas e por aí vai.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Fonte: The Dodo

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar