Quer se reconectar com o sagrado feminino? A Mandala Lunar ensina o caminho!
Quer se reconectar com o sagrado feminino? A Mandala Lunar ensina o caminho!

Quer se reconectar com o sagrado feminino? A Mandala Lunar ensina o caminho!

Aposte nesse sistema para reconectar com sua essência!

publicidade

Graças a Deusa, as mulheres estão em um movimento contínuo de reconexão com seus ciclos. Pensando nessa demanda, vamos falar de uma ferramenta que auxilia muito nesse processo: a mandala lunar. Ficou curiosa? Fica por aqui para entender tudinho sobre essa pratica. 

O QUE É A MANDALA LUNAR? 

O método, promove autoconhecimento, mas acima de tudo, reconexão com todos os aspectos do sagrado feminino. De forma simples, ela propõe uma observação mais consciente as mudanças que o corpo apresenta durante o período menstrual e suas adjacências. 

Agora, o mais interessante! A técnica faz isso baseando-se nas 4 fases da lua o que a torna eficiente para compreender as influencias energéticas causadas em múltiplos aspectos de nossas vidas. Se você aderir a mandala, vai poder registrar todas as suas experiencias, sejam elas físicas, emocionais, sociais ou mentais. 

publicidade

lua

No fim de cada ciclo, vai ser fácil identificar seus padrões comportamentais em cada uma das fases. Você pode não perceber, mas isso têm influência direta nos seus dias! A mandala quer que você esteja por dentro de tudo para assim, conseguir lidar com as mais diversas situações de maneira consciente e assertiva. 

Gostou da ideia de se conhecer melhor, equilibrar suas ações, pensamentos e reconectar os laços com a essência feminina? Aposte na mandala lunar e desfrute de uma conexão intensa e consciente com o seu próprio ser. Compreender a natureza cíclica de nossos corpos traz benefícios notáveis e duradouros. 

O QUE PRECISO PARA INICIAR A MANDALA? 

Sua mandala contará com 3 ou 4 circunferências, cada uma posicionada gradualmente dentro de outra. Elas são divididas de acordo com o número de dias do ciclo menstrual, iniciando a contagem no primeiro dia da menstruação e seguindo até o dia que antecede a próxima. 

publicidade

Agora que compreendeu a estrutura, aprenda como fazer a sua através desse passo a passo. 

lua

1 – Na primeira circunferência, ou seja, a externa, escreva todos os números correspondentes aos dias do seu ciclo menstrual. Caso ele dure 28 dias, como é mais comum, escreva entre os espaços 28 casas. Isso também vale para ciclos com mais ou menos dias. 

2 – A circunferência subsequente deve conter as datas do calendário que usamos no dia a dia. Caso sua menstruação chegue no dia 10 de outubro, coloque essa data como o primeiro dia do seu ciclo e siga a partir desse ponto. 

3 – No círculo mais próximo ao centro, é onde você vai registrar as fases da lua. Marque os dias de lua nova, cheia, minguante ou crescente. 

publicidade

4 – Também é importante separar um espaço atrás, ao redor ou a parte da mandala para registrar as observações que fizer durante o ciclo. Isso vale para sensações, sentimentos, emoções, interações e diversas outras questões incorporadas a sua vida. 

lua

5 – As cores são aliadas importantes para tornar o visual da mandala mais atrativo e fácil de ser lido. Diferencie os quatro estágios do ciclo utilizando diferentes tonalidades. Nessa hora aposte em sua criatividade para deixar o sistema com o seu toque pessoal. 

6 – Agora que você aprendeu a fazer o sistema é hora de aprender a analisa-lo. Isso engloba se observar com atenção e registrar por escrito tudo que você sente durante o mês inteiro! Esse é um passo fantástico se você estiver focada no autoconhecimento e na evolução física, emocional, mental e espiritual. 

Eu vou te ajudar levantando exatamente quais tópicos merecem sua atenção. Não esqueça de anotar as informações de forma honesta e equilibrada, logo após refletir sobre suas ações e pensamentos. 

Atenção a… 

  • Como você se sente hoje? Animada? Alegre? Com raiva? Analise sua energia. 
  • Como você se sente em relação aos outros? Como está sua sociabilidade? 
  • Você está focado ou disperso? 
  • Analise seu humor! Acordou divertida ou ranzinza hoje? 
  • Seu corpo apresentou alguma alteração, secreção ou qualquer outra coisa visivelmente identificável?
  • Sua alimentação tem sido equilibrada ou você tem se permitido comer algumas besteiras? 
  • Agora observe sua vitalidade. Está se sentindo cansada ou disposta? 
  • Em relação ao sexo, como você se sente? 
  • Analise suas emoções e descreva-as com clareza. 
  • De que forma você tem se expressado visualmente através de roupas? Acordou básica? Despojada? 
  • Na noite passada algum sonho marcou sua memória? 
  • Por fim, faça considerações que são pertinentes ao seu ver. 

lua

Acompanhar a mandala é um convite ao equilíbrio e a linearidade dos pensamentos. Encare esse processo com fluidez e de forma intuitiva. A sutileza feminina vai te levar por caminhos esclarecedores, mas não pense que o processo será só de flores. 

Autoconhecimento também é sinônimo de conflitos pessoais e quebra de tabus. Se permita exercitar a reconexão diariamente e trabalhe suas questões mais intimas ao longo desse período.  

Em uma sociedade majoritariamente patriarcal, é comum que o universo feminino seja permeado de mistérios e restrições. O prazer, o ciclo menstrual, a gravidez, além de outras questões, são tidos como tabus e acabam afastando as mulheres de sua verdadeira existência. 

Não há outra palavra que descreva essa situação que não seja: cruel. Os moldes sociais atuais são antropofágicos e reproduzem ao longo de séculos preconceito em torno das particularidades femininas. Isso acontece em diferentes continentes e culturas e tem proporções devastadoras. 

lua

Com isso, a mandala lunar também pode ser vista como um instrumento político e emancipatório. Ela permite a reaproximação com o sagrado feminino, trazendo mais sinergia entre os aspectos da sua vida e o reconhecimento da sua função enquanto mulher na sociedade. 

RELAÇÃO DA LUA COM A MENSTRUAÇÃO 

A Lua transfere uma energia de cura e purificação, capaz de se conectar completamente com nosso campo astral. Cada fase que o astro apresenta provoca influencias em diferentes áreas da vida.

Por exemplo: Quando o seu ciclo começa durante a lua minguante, pode indicar a purificação de algum momento da sua infância que provocou impacto na sua personalidade. 

Algumas pessoas acreditam que ter o ciclo sempre regular é sinônimo de forte conexão espiritual, outras que a lua nova é a melhor fase para estar menstruada.

No entanto, todos esses mitos fazem o papel de correntes em nossa trajetória. Eles não passam de limitações impostas pela mente humana para definhar ou exaltar nossos processos de modo a nos rotular usando como pretexto nossa própria natureza.