in

5 maneiras de ajudar os adolescentes a se sentirem bem consigo mesmos

Ninguém quer sair comigo. Eu sou um fracasso na escola. Todos os meus outros amigos parecem felizes. O que há de errado comigo?

Esses tipos de pensamentos negativos estão se tornando mais comuns em nossos lares e escolas.

Os adolescentes estão experimentando um aumento da ansiedade, e estudos indicam que estudantes universitários no Canadá, no Reino Unido e nos Estados Unidos estão se tornando mais perfeccionistas ao longo do tempo, medindo a si mesmos contra padrões irrealistas.

Por que isso está acontecendo? Não podemos dizer com certeza – mas sabemos que há passos que os adolescentes podem adotar para melhorar sua saúde mental.

Um estudo de 2018 sobre pré-adolescentes sugere que o autoconceito (sua percepção de si) desempenha um papel central no bem-estar emocional.

De acordo com o estudo, um ambiente de sala de aula apoiador e relações sociais positivas também afetam o bem-estar da adolescência, mas o impacto é indireto.

O autoconceito positivo parece ser a principal variável na equação do bem-estar. Se um estudante se sente bem consigo mesmo, então ele pode estar mais propenso a se conectar com os outros e se beneficiar dos apoios oferecidos na escola.

Então, como podemos influenciar como os estudantes pensam sobre si mesmos?

Isso pode parecer uma ordem muito alta; no entanto, há muita pesquisa por aí que fornece algumas pistas para apoiar os adolescentes em sua vida.

Aqui estão cinco maneiras de ajudar os pré-adolescentes e adolescentes a se moverem em direção a um autoconceito mais positivo.


Recomendamos para você:

Redação

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entenda como desenvolver uma resiliência extraordinária

Como parar de se preocupar com o futuro e começar a viver sua vida agora