in

Além da felicidade: a vantagem de se sentir para baixo

Em contraste, a felicidade pode levar a pensamentos superficiais, arrogância e risco.

Aceitar sentimentos negativos como a tristeza pode, ironicamente, diminuir a depressão; isso não agrava o problema fazendo as pessoas se sentirem mal por se sentirem mal.

A tristeza também funciona como um sinal para os outros de que podemos precisar de ajuda. Chorar, alguns cientistas acreditam, torna as demonstrações faciais de tristeza especialmente inequívocas.

A depressão – um estado de tristeza prolongada e sem esperança – é agora amplamente vista como um distúrbio. Mas pode ser uma resposta saudável a situações difíceis da vida.

Pode ter evoluído como uma forma das pessoas se afastarem das atividades que causam distração (eliminando o interesse por elas) e de refletir sobre qualquer problema complexo que as afete.

Evitar tristeza ou raiva, confusão ou tédio, nos distanciar de nossos sentimentos negativos prejudica o funcionamento e o crescimento diário. Também nos afasta de toda a gama de experiências humanas.

“Embora você nunca procure por sofrimento”, diz Barbara Perry, “é uma das maiores experiências de crescimento que você pode ter. Aprofunda você como ser humano”.

Recordando o desespero que sentiu depois de perder seu filho, ela diz: “Você tem que encontrar pontos de apoio onde puder”. Ela ri. “Às vezes, se segurando na beira de um penhasco.”

Este artigo é uma tradução do Awebic do texto originalmente publicado em Psychology Today escrito por Matthew Hutson.

Imagens: pexels.com e pixabay.com

Gostou do conteúdo? Comente e compartilhe com seus amigos!

Redação

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 razões científicas para você começar a meditar hoje mesmo

7 hábitos de monges budistas que podem mudar sua vida para sempre