in

Além da felicidade: a vantagem de se sentir para baixo

As emoções negativas não são apenas cruciais para nossa existência, mas também, ironicamente, para nos sentirmos bem.

Para viver otimamente no mundo e suportar seus desafios, é necessário engajar todos os estados psicológicos que herdamos como humanos.

“A ciência do bem-estar esqueceu que o mundo é um lugar incerto e complexo, cheio de pessoas que muitas vezes são irritantes e desagradáveis”, diz Todd Kashdan, psicólogo da George Mason University e coautor, com Robert Biswas-Diener, do livro The Upside of Your Dark Side.

Ao saber quando e como implantar todas as nossas emoções, podemos viver melhor conosco e uns com os outros.

Raiva

Além da felicidade - a vantagem de se sentir para baixo

Uma ex-namorada uma vez me disse que não sabia o quanto eu me importava com ela até eu gritar com ela. Isso resume sucintamente uma década ou duas de pesquisas sobre o que pode ser nossa emoção mais incompreendida.

A raiva resulta de quando nos sentimos desvalorizados. Isso nos leva a reafirmar a importância de nosso bem-estar, ameaçando prejudicar os outros ou reter benefícios se os outros não reajustarem nosso valor.

Essa explicação esclarece por que você pode ficar com raiva quando as pessoas desnecessariamente tentam ser úteis; eles não mostraram intenção maliciosa, mas elas subestimaram você.

Em sua pesquisa, o psicólogo Aaron Sell mostrou que homens fortes e mulheres bonitas – aqueles que, ao longo da evolução, tiveram mais poder para causar danos ou reter benefícios – ficam mais irritados do que seus colegas.

“O principal benefício da raiva de um indivíduo”, diz Sell, “é impedir que ele seja explorado”.

Redação

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 razões científicas para você começar a meditar hoje mesmo

7 hábitos de monges budistas que podem mudar sua vida para sempre