in

A neurociência da mudança: como treinar seu cérebro para hábitos melhores

“As correntes do hábito são fracas demais para serem sentidas até que sejam fortes demais para serem quebradas.” — Samuel Johnson

Muitas das nossas ações diárias são automáticas. Seu cérebro gosta de piloto automático.

É assim que economiza energia.

Para melhor ou para pior, nossos hábitos nos moldam.

Quebrar um mau hábito, em última análise, é uma questão de reconectar seu cérebro.

Os hábitos são encontrados em uma área do cérebro chamada gânglio basal.

Quanto mais você realiza uma ação ou se comporta de determinada maneira, mais ela fica fisicamente conectada ao seu cérebro.

Esta incrível qualidade adaptativa do seu cérebro é conhecida como neuroplasticidade.

Seu cérebro forma conexões neuronais com base no que você faz repetidamente em sua vida – tanto coisas boas quanto ruins.

Toda vez que você age da mesma maneira, um padrão neuronal específico é estimulado e se fortalece em seu cérebro.

Adicionar APP Awebic

David Eagleman escreve em “Incógnito”: “Os cérebros estão no negócio de coletar informações e direcionar o comportamento apropriadamente. Não importa se a consciência está envolvida na tomada de decisão. E na maioria das vezes, não está.”

Os hábitos são os condutores internos do cérebro.

Se você quer mudar como você trabalha ou um mau hábito, você deve ter uma estratégia de saída clara para sair da cadeia.

Debbie Hampton explica:

Quando você tenta adotar um novo comportamento pela primeira vez, é preciso alistar seu córtex pré-frontal, o cérebro pensante, e inserir o esforço consciente, a intenção e o pensamento no processo. Quando você já executou a nova rotina o suficiente para que as conexões sejam feitas e fortalecidas em seu cérebro, o comportamento exigirá menos esforço, pois se torna o padrão.”

Redação

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um guia para se manter produtivo enquanto deprimido ou com o coração partido

Os livros que você lê definitivamente formam quem você é