in

Estar ocupado demais está matando nossa capacidade de pensar criativamente

No outro dia, um amigo mencionou que está ansioso para a chegada dos carros autônomos, uma vez que ajudará a reduzir as taxas de acidente e fatalidade causadas pela condução distraída.

Verdade, foi minha resposta inicial, com uma ressalva: o que ganhamos nas estradas perdemos na atenção geral.

Ter ainda outro lugar para se distrair não aumenta nossa saúde mental e social.

Pouco de bom vem de ser distraído, mas parece que somos incapazes de focar nossa atenção.

Entre muitas qualidades que sofrem, pesquisas recentes mostram que a criatividade é prejudicada quando você está constantemente ocupado.

Ser capaz de alternar entre foco e devaneios é uma habilidade importante, que é reduzida pela ocupação insuportável. Como Emma Seppälä, de Stanford, escreve:

A ideia é equilibrar o pensamento linear – que requer foco intenso – com o pensamento criativo, que é fruto da ociosidade. Alternar entre os dois modos parece ser a melhor maneira de fazer um trabalho bom e inventivo.

Pensamento criativo

Ela não é a primeira a apontar isso. O neurocientista Daniel Levitin fez um apelo similar em seu livro de 2014, A mente organizada. A sobrecarga de informação nos mantém atolados no ruído.

Em 2011 os americanos consumiram cinco vezes mais informações do que 25 anos antes; fora do trabalho, processamos aproximadamente 100.000 palavras todos os dias.

Isso acaba não apenas com a força de vontade (da qual temos um estoque limitado) mas também com a criatividade.

Ele usa uma linguagem ligeiramente diferente de Seppälä – o pensamento linear é parte da rede executiva central, a capacidade de nosso cérebro se concentrar, enquanto o pensamento criativo é parte da rede de modo padrão do nosso cérebro.


Recomendamos para você:

Redação

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 coisas que você começou a fazer porque respeita a si mesmo

Os benefícios mentais de curtir suas férias em algum lugar novo