in

Por que procrastinar como Da Vinci pode ser algo bom?

Se você é um procrastinador, você está em boa companhia.

Algumas das maiores mentes do mundo — incluindo Leonardo da Vinci — eram famosos procrastinadores.

O jornalista Andrew Santella explora o lado positivo de adiar algumas atividades em seu livro “Soon” (sem edição em português até a data desta publicação).

É uma visão engraçada e perspicaz de como nos tornamos tão bons em nos distrair — e porque nem sempre é uma coisa ruim, a menos que você queira ser mais produtivo.

Santella confessou que ele estava procurando justificar seu próprio hábito de adiar as coisas quando começou a pesquisar o livro, e ele admite abertamente procrastinar na redação da obra.

Recentemente, ele se juntou ao programa de rádio da [email protected], para explicar como a procrastinação pode ser um fator positivo para o ser humano.

Segue abaixo uma transcrição editada da conversa.

Por que você procrastinou ao escrever este livro?

procrastinar é saudável
Procrastinar é um hábito humano desde muito tempo. Crédito: Artem Bali | Pexels.

Quando eu embarquei no projeto, eu estava realmente esperando que, se eu mergulhasse fundo o suficiente na história e na psicologia por trás da procrastinação, eu poderia encontrar alguma justificativa, uma desculpa para o meu hábito de vida.

Adicionar APP Awebic

Basicamente, minha agenda era de interesse próprio.

Mas o que eu descobri é que algumas pessoas realmente talentosas tendem a ser procrastinadoras.

É interessante descobrir que mesmo os grandes pensadores podem se tornar um pouco mais compreensíveis para nós, um pouco mais acessíveis, até mesmo para pessoas mais lentas como eu, porque todos compartilhamos essa tendência bastante humana de adiar as coisas que tememos fazer.

Redação

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Daniel Kahneman: sua intuição quase sempre está errada

Como ser um milionário: 15 coisas para começar a fazer agora