O amor não tem quarentena: mulher decide trabalhar lavando louças, para ver marido com Alzheimer

O amor não tem quarentena: mulher decide trabalhar lavando louças, para ver marido com Alzheimer

O amor sempre suporta tudo!

publicidade

Você com certeza não faz ideia do que uma pessoa é capaz de fazer por puro amor. Durante essa quarentena, os casais apaixonados, sejam jovens ou casados há muitos anos, precisaram se reinventar para manter os seus relacionamentos bem.

Mas em específico, a história de uma mulher que mora na Flórida acabou tomando a maior proporção através das redes sociais. Em consequência do isolamento social estabelecido pelas autoridades, acabou tendo que ficar longe do seu marido.

Contudo, existe uma frase que está escrita na Bíblia e gravada em nossos corações que diz: “o amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”. E ao conhecer a história de Mary Daniel e do seu querido Steve, temos a certeza de que eles também reconhece um verdadeiro significado do amor.

publicidade

Todos os dias, Mary visitava a Unidade de Atendimento a Memória da Flórida, para fazer uma visita ao seu marido que tem Alzheimer. Isso já era uma rotina! Essa mulher não podia ficar sem ver o seu marido, e sempre encontrava um momento para que pudesse vê-lo ao menos uma vez ao dia.

Depois que o período de urgência foi vigorado e os estabelecimentos precisaram parar e fechar as portas por causa do coronavírus, desde março que Mary estava sem poder e visitar o Steve. Por causa das regras estabelecidas, chegou a passar 114 Dias separada da pessoa que mais ama.

E ao chegar uma possibilidade de estar mais próxima dele, a instalação chegou a oferecer um trabalho para ela em meio período. Ou seja, todos os dias ela precisaria ir até o local onde o seu marido estava, tando para trabalhar com lavagem de louça, como para aproveitar oportunidade e voltar a ver a pessoa mais especial de sua vida.

mulher-lava-louças-para-ver-marido

publicidade

Antes de tudo isso acontecer, ela tinha uma rotina ao lado do Steve, sempre o acomodava antes de ir dormir e passava um tempo juntos assistindo televisão antes de colocá-lo na cama. Mas isso teve que parar de forma repentina e acabou deixando o seu marido muito confuso.

Confessou que chegou a tentar conversar com ele usando aplicativos, porém os resultados não foram positivos. E assim que chegou a instalação para trabalhar, mesmo estando diferente por causa da máscara, sua maior alegria foi saber que o Steve reconheceu.

“Entrei no quarto dele e ele disse meu nome, ele disse Mary, o que também foi um alívio. Então, quando ele disse, Mary, e me deu o maior abraço, quero dizer, nós dois choramos”,  disse Mary.

Ao compartilhar sua história e reconhecermos que existem muitas outras partidas no mundo por causa da quarentena, passamos a sentir uma certa parcela de alegria ao ver que o amor tudo supera. E mais uma vez, buscamos ficar cheios de esperança até que tudo isso passe rapidamente!

Fonte: Sunny Skyz

publicidade